Tekever patrulha infraestruturas de petróleo e gás no Canadá

0
371
Empresa que tem centro de operações nas Caldas firmou contrato com a Phoenix Heli-Flight

Empresa está a reforçar aposta no mercado norte-americano

 

A Tekever, empresa que tem o centro de operações nas Caldas da Rainha, foi destacada no relatório da DataRoot Labs, que lança luz sobre o papel crucial dos Veículos Aéreos Não Tripulados (UAV) na indústria do Petróleo e Gás.
A empresa líder na construção e operação de drones de vigilância assegurou recentemente “um contrato significativo” com a Phoenix Heli-Flight, uma empresa líder canadiana de aluguer de helicópteros, para a implementação do AR3, atualmente o seu veículo de maior envergadura, na monitorização e avaliação de infraestruturas críticas de petróleo e gás.
Para operar nesta missão, o AR3 será equipado com um pacote de sensores personalizado, concebido para realizar inspeções de oleodutos em conjunto com helicópteros tripulados, navegando em terrenos mais acidentados e em condições ambientais adversas. O drone tem resistência operacional de 16 horas e uma pegada logística reduzida, o que lhe permite oferecer uma solução ideal para missões exigentes, refere a empresa.
A utilização de drones nas operações de campos petrolíferos, particularmente em ambientes perigosos como plataformas em águas profundas, são fundamentais em tarefas como monitorizar emissões de metano e reparar fugas em oleodutos submarinos. O mercado de drones para petróleo e gás, avaliado em 3,7 mil milhões de dólares em 2020, deverá atingir 97 mil milhões de dólares até 2032, com uma notável taxa de crescimento anual composta de 31,3%.
Citado pela unmannedsystemstechnology.com, Paul Spring, presidente da Phoenix Heli-Flight, disse estar “muito satisfeito por trabalhar com a Tekever para aprimorar as nossas capacidades de inspeção dos oleodutos. Os seus UAVs sofisticados, mas fáceis de operar, vão-nos permitir realizar missões complexas na nossa exigente área de operações”.
Para Ricardo Mendes, CEO da TEKEVER citado pela mesma publicação, este “é um momento emocionante para a Tekever, estamos a expandir rapidamente a nossa base global de clientes. A América do Norte é um mercado estratégico para nós, acreditamos que clientes de vários setores públicos e privados exigem tecnologia de ponta que permita a entrega de serviços turnkey altamente eficientes e eficazes, mesmo nas condições climatéricas e de terreno mais exigentes”.
De resto, a Tekever está esta semana na Xponential 2024, a feira da Associação para Sistemas Internacionais de Veículos Não Tripulados, que decorreu em San Diego, Estados Unidos da América, de 23 a 25 de abril. A empresa preparou para este certame uma apresentação do ARX, “o nosso próximo UAS revolucionário”, anunciou a Tekever. ■