Triomphe – uma imobiliária para captar clientes internacionais

0
743
Gazeta das Caldas
O gerente do escritório das Caldas, Filipe Pereira, com os administradores, Ana Pereira e Paulo Gonçalves

Abriu recentemente nas Caldas, na Avenida 1º de Maio, um escritório da Triomphe – Immobilier & Investissements. Trata-se de uma agência imobiliária com sede na Avenida da Liberdade (Lisboa) e um escritório em Paris. O objectivo é captar clientes de França, aproveitando a vaga de investidores que o imposto sobre a fortuna em França e os benefícios para os reformados estrangeiros em Portugal tem trazido.
Esta é uma aposta de Ana Pereira, que já tinha experiência nesta área, e Paulo Gonçalves, um português que foi para França com um ano e que quando regressou a Portugal apostou no mercado imobiliário. Os sócios criaram este negócio em 2016. Em 2017 os empresários decidiram fundar um centro de operações em Lisboa, que identifica e reencaminha os clientes para os agentes da empresa. Em pouco tempo notaram que a Costa de Prata (onde se inclui a costa oestina) estava a ter grande procura. “Foi fácil decidir abrir nas Caldas”, contou, notando que tinham previsto abrir primeiro no Porto. O “interesse que Caldas tem despertado neste segmento de clientes” fez alterar os planos e abrir primeiro aqui.
“A inflação de Lisboa está a trazer clientes para aqui, que encontram uma zona fantástica à beira-mar, calma, mas que tem todos os serviços”, afirmou o administrador.
A abertura da Triomphe nas Caldas representou um investimento a rondar os 10 mil euros (fruto de capitais próprios) e permitiu criar oito novos postos de trabalho (entre os quais seis agentes), elevando o número de funcionários da empresa para um total de 42 nos escritórios e no centro de operações. “Queremos conquistar uma quota importante na zona”, assegurou Paulo Gonçalves, elogiando a dinâmica das Caldas da Rainha.
“O imobiliário tornou-se uma alternativa ao mundo financeiro”, o que tem atraído investidores para o sector. Mas apesar de admitir que “o mercado está muito frutuoso”, o empresário ressalva que “temos que ter cuidado para a bolha não rebentar”. Ou seja, não especular, não inflacionar os valores de venda.

Até ao final do ano os administradores da empresa pretendem abrir um escritório no Porto e outro em Faro e no futuro a aposta será em Genebra (Suíça). No entanto, não têm intenção de abrir mais escritórios nesta região, mas sim recrutar agentes que conheçam zonas como a Nazaré ou Peniche. “Importante é ter uma equipa na rua e não vários escritórios”, afirmou Paulo Gonçalves.
Para 2019 está prevista a mudança da empresa para Sociedade Anónima e a distribuição de acções pelos trabalhadores.
O logótipo da Triomphe é o Arco do Triunfo em dourado, num fundo bordeaux.
O escritório situa-se na Avenida 1º de Maio, nº 9 e está aberto de segunda a sexta-feira das 10h00 às 19h00 e aos sábados das 10h00 às 18h00.