Alcobaça: reforça vontade de acolher ensino superior

0
93
Estação Nacional de Fruticultura Vieira Natividade recebeu, na passada sexta-feira, a Aula Inaugural de doutoramento em Patrimónios Alimentares

O presidente da Câmara de Alcobaça aproveitou, na passada sexta-feira, a realização da Aula Inaugural do Doutoramento em Patrimónios Alimentares: Culturas e Identidades da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (UC), que teve lugar na Estação Nacional de Fruticultura Vieira Natividade, para reforçar a vontade de ver instalado o ensino superior na cidade.
O “estreitamento das relações institucionais” entre a autarquia e a Universidade de Coimbra, “uma ligação com 20 anos, é essencial”, sublinhou Hermínio Rodrigues, que recordou a assinatura, em maio, de um protocolo “para o reforço da relação” entre as duas entidades, cujos “primeiros resultados já são bem visíveis”.
O autarca, eleito para um primeiro mandato em setembro, defende a instalação na cidade de um campus de investigação e experimentação agrícola, gastronómica e tecnológica e desejou que, entre Câmara a UC, se possam “lançar os alicerces para o ensino superior em Alcobaça”.
Na sessão de boas-vindas do doutoramento, Cristina Albuquerque, vice-reitora da UC para os Assuntos Académicos e Atratividade de estudantes pré-graduados considerou que o Doutoramento em Patrimónios Alimentares: Culturas e Identidades “traduz a identidade de tudo o que se faz nesta região” e sublinhou a “importância” do Centro de Estudos Superiores da UC em Alcobaça (Cesuca).
“Estamos a inaugurar um novo paradigma da forma como o ensino superior se concebe com os territórios e o nosso objetivo é acentuar a ideia de uma investigação centrada nas potencialidades das regiões e também com um sentido para o desenvolvimento dessas regiões”, assinalou a docente, asseverando que Alcobaça “marca o princípio dessa nova estratégia”.
Na ocasião, Carmen Soares, coordenadora do doutoramento, que reúne cerca de 30 alunos, destacou a importância de colocar os alunos “em contacto com a realidade prática”. O grupo visitou o Centro Operacional e Tecnológico Hortofrutícola Nacional e conheceu a Frubaça e o Museu do Vinho de Alcobaça.
O programa doutoral em Patrimónios Alimentares: Culturas e Identidades pretende abordar os estudos sobre alimentação numa perspetiva holística, centrada nas Humanidades. História, Culturas, Literaturas e Artes, numa interação com o Turismo, a Antropologia ou a Comunicação. ■