Alunos da ESAD fizeram obras de arte na garagem do Montepio

0
625
Projeto envolveu 24 alunos de diferentes cursos

Projeto envolve 24 alunos da escola de artes caldense e remete para os primórdios da animação

Quem também se associou à primeira Feira do Ensino e Formação foi a ESAD. Além da já mencionada abertura, a cargo da Toma Lá Tuna, os alunos da cadeira opcional de “Urban Craft”, coordenados pelo professor Bruno Reis (artisticamente conhecido como Mantraste), realizaram pinturas nas paredes da garagem do Montepio antes da realização da feira. São 24 obras de arte, que permitirão ainda a realização de mais, mas já lá vamos. O que vemos é um cavalo a correr, ilustrado de 24 diferentes formas, com estilos artísticos diversos. Até porque os 24 alunos (cada um fez uma pintura), todos de terceiro ano, eram de diferentes cursos. Tal permitiu obter uma grande diversidade de estilos. Com recurso a tinta plástica acrílica para interiores, os estudantes, que estavam limitados a cinco cores, para criar uma linha estética coerente, só tinham que ilustrar as formas previamente desenhadas.
Durante a manhã fizeram as projeções, pararam para almoço e, depois de almoço, pintaram.
“Foi a primeira vez que muitos deles pintaram uma parede”, explicou o professor, esclarecendo que o projeto remonta ao início do cinema e ao trabalho de Eadward Muybridge.
Bruno Reis nota ainda que não deixa de ser interessante que estas obras estejam num espaço que, sendo uma garagem, pode ser considerado o sucessor dos antigos estaleiros para os cavalos.
Outra particularidade é que, se fotografadas enquadradas, e depois montadas, permitem ter uma sensação de movimento, como se cada uma fosse um frame e o cavalo estivesse, efetivamente, a correr.
Relativamente a estas obras de arte, que ficam para a posteridade, o presidente do Conselho de Administração do Montepio Rainha D. Leonor, Francisco Rita, disse que são, “naturalmente, uma mais-valia”.
O mesmo responsável explicou que o Montepio se associou à primeira feira do ensino e formação porque “é uma belíssima ideia e um projeto muito interessante”.
Também Fernando Xavier, presidente da Cooperativa Editorial Caldense, elogiou o trabalho desenvolvido pelos estudantes. “Está aqui um trabalho muitíssimo bom”, realçou, salientando a importância da parceria com a ESAD e revelando que novos projetos conjuntos vão surgir.
Fernando Xavier recordou também que o artista e professor Mantraste trabalhou, em tempos, na Gazeta das Caldas, na área da paginação e enalteceu a sua disponibilidade para colaborar com o jornal.
“A primeira Feira do Ensino e Formação superou as expetativas”, analisou, deixando já o convite aos leitores: “agora vem a regata no Lago do Parque”. ■