6 de Maio – Dia Nacional do Azulejo

0
286

Por iniciativa em 2016 do Projeto ‘SOS Azulejo’, lançado pelo Museu da Polícia Judiciária, foi aprovada por unanimidade pelo Parlamento em 24 de março de 2017 o Dia Nacional do Azulejo que passou a ser comemorado a 6 de Maio de cada ano.
Infelizmente a mensagem não chegou devidamente à região, nomeadamente a Caldas da Rainha, que tinha todas as razões para o assumir, pois possui (ainda) um número razoável de fachadas de grande qualidade, bem como nas fábricas locais produziram-se e produzem-se azulejos de referência nacional, quer pela sua criatividade como pela variedade.
Ainda hoje há em atividade várias empresas, pequenas e grandes, que têm no azulejo uma atividade muito interessante, coisa que passa ao lado notoriamente das preocupações locais. Igualmente nas últimas décadas têm-se deixado degradar e destruir várias fachadas que são hoje um grande atrativo para o turismo nacional e internacional, conhecendo-se o caso do Museu Nacional do Azulejo em Lisboa que é um dos mais requisitados.
Costuma-se dizer que “santos ao pé da porta não fazem milagres” e talvez seja esta a frase mais significativa que existe entre nós, para a ausência de uma preocupação estratégica sobre esse património, passado, presente e futuro, que tendemos a esquecer.
Para mais procure o leitor alguma iniciativa de vulto prevista para o próximo sábado, dia 6 de Maio. Mais, percorra a cidade e verifique quais as poucas fachadas azulejares que estão valorizadas por essa razão (excetuando-se algumas iluminadas por iniciativa dos seus proprietários privados)… ■