CATÓLICOS do OESTE – Preparar o Baptismo

0
905
Gazeta das caldas
| D.R.

É grande a azáfama quando os pais decidem levar o seu filho ao Baptismo da Igreja: acertar horários e disponibilidades, convidar toda a família, preparar a casa para festejar, não esquecendo as fotografias para aquele momento solene.
Será, porém, que toda a preparação fica por aqui? Ficar apenas pelo aspeto exterior da celebração e no visual dos convidados, não é seguramente o mais indicado. Há que preparar todo um percurso de fé que vem de muito detrás na história de vida de cada um: pai, mãe, padrinho e madrinha, para além de toda a família.
No passado sábado dia 12 o Sector da Pastoral Familiar do Patriarcado de Lisboa organizou o encontro anual dos agentes da preparação para o Baptismo de crianças. Ou seja, uma breve jornada de trabalho aberta a todos os que se dedicam ao acolhimento e testemunho de caminhada cristã para a orientação de pais e padrinhos na educação dos caminhos da fé.
Este dia de trabalhos, reflexão e partilha desenvolveu o tema “Da Conceção à Transfiguração”, abordando o cuidado pelo dom da vida, numa caminhada de fé com Cristo e em Cristo até à vida eterna. A participação de algumas dezenas de pessoas dos vários pontos da diocese de Lisboa enriqueceu todo o encontro.

Também aqui pelas Caldas da Rainha os pais e padrinhos são acolhidos em reuniões mensais, onde procuramos aprofundar a noção do sacramento de Baptismo, do modo como se deve trazer a Pessoa de Jesus Cristo para o quotidiano da família, da oração com os mais pequeninos, enfim de toda uma vivência da fé que se recebe no Baptismo.
Agora aproximamo-nos de uma data importante para todas as famílias que queiram apresentar a Deus o seu bébé nascido recentemente. Seguindo este preceito muito antigo da tradição judaico-cristã, a Igreja celebra sempre no dia 2 de fevereiro, evocando a apresentação de Jesus no templo. Os pais procuram aqui a consagração do seu bébé ao amor de Deus na proteção da vida cristã que escolheram para o seu filho.
As famílias são convidadas para esta bênção das crianças, que é totalmente distinta do âmbito do sacramento do Baptismo. Na apresentação do bébé à Igreja os pais reconhecem o Amor de Deus e dedicam-Lhe o seu filho, na busca da proteção divina, enquanto que o sacramento do Baptismo vai conferir à criança o dom da fé, que é o mesmo que dizer a vida eterna ou a filiação divina.
São oportunidades e momentos de espiritualidade que fortalecem a nossa relação com Deus e que não podemos desprezar.

 

Diácono Romero
paroquiacaldasdarainha@gmail.com