Mais oito sardinhas by Bordallo Pinheiro

0
360
Ana Bacalhau criou a sardinha Rainha, juntando dois ícones: a sardinha e os brincos de rainha

As novas peças de cerâmica, criadas por figuras públicas, juntam-se à coleção de cerca de uma centena

No 20º aniversário da iniciativa que o município de Lisboa criou para as Festas da Cidade “Concurso Sardinhas Festas de Lisboa”, a que se se associou a fábrica Bordalo Pinheiro há uma década, foram lançadas na passada semana as 8 sardinhas by Bordalo Pinheiro deste ano.
Além de objeto decorativo, que hoje mobiliza centenas de criativos, desenhadores, pintores, designers até figuras públicas a nível nacional e internacional, também a sardinha é hoje a atração gastronómica de referência dos Santos Populares para turistas de todas as proveniências.
Este ano o organismo do turismo da capital e a Bordalo Pinheiro juntaram à coleção de cerca de uma centena de sardinhas de faiança, mais 8 criadas por figuras públicas como a fadista Ana Bacalhau que dedicou a sua criação à sardinha e aos brincos de rainha, daí fazem nascer esta sardinha régia, filha da mais fina filigrana portuguesa. O humorista, radialista, analista satírico e confesso bordalliano, Hugo van der Ding, romeno que vive no nosso país criou a Sardallo como “uma personalidade cáustica e excêntrica”. A jovem artista contemporânea Leona Rose criou a Calypso numa homenagem à Califórnia e aos seus verões sem fim e estilo de vida relaxado, o escritor Valter Hugo Mãe criou Os Deuses São de Ferro, o ator e apresentador Pedro Granger, que foi também o animador da tarde, criou a sardinha Paz sem espinhas, a cantora Mónica Sintra criou a Sardinha Vida em homenagem à coragem e abnegação dos bombeiros, o roteirista e ator da série brasileira da Porta dos Fundos Fábio Porchat retrata alguns elementos emblemáticos de paisagens e, finalmente, a ilustradora Evelina Oliveira que dedica a sua sardinha a Camões.

Diversas figuras públicas marcaram presença na apresentação, que decorreu em Lisboa

O convívio neste miradouro com uma vista sobre a baixa lisboeta e o Tejo contou com a presença de inúmeras personalidades da vida social, tendo tido a atuação da fadista Ana Bacalhau e intervenções do administrador da Vista Alegre/Bordallo Pinheiro, Nuno Barra, Presidente da Câmara das Caldas da Rainha, Vítor Marques e Diretor de EGEAC.
Recorde-se que, pela autoria das Sardinhas by Bordallo Pinehiro, já passaram, desde o próprio Bordalo a figuras da cultura como Ana Moura, Carminho, Gisela João, João Vaz de Carvalho. Mariza, Nuno Markl, Rui Unas, Cuca Roseta, Chakall, Dario Castillejos, Andrea Picchia, António Antunes, Mário Augusto, entre outros. ■