O que é ser uma PME Líder?

0
444

Sérgio Félix
gestor e formador

Para muitos empresários esta iniciativa passa despercebida ou não é considerada relevante. São, contudo, um contributo válido para a competitividade e inovação do nosso tecido empresarial. Permitem às empresas ganhar tempo!
Em 2016, a iniciativa da Comissão Europeia, European Enterprise Promotion Awards, reconheceu a iniciativa “PME Líder” como 1º classificado na categoria de “Desenvolvimento do ambiente empresarial”. Dez anos antes, Portugal tinha ganho, de igual forma, o primeiro prémio com a iniciativa “Empresa na Hora”.
O desafio pelo aperfeiçoamento, melhoria de processos financeiros e de gestão, conquistou em 2022 a aderência de 10 239 empresas. Destas, a região Oeste obteve um máximo, em 2021, de 470 empresas, diminuindo em 2022 o número, quando o expectável seria o seu aumento.
O Oeste tem empresas de excelência, que podem utilizar este instrumento, do IAPMEI, como uma ferramenta útil ao seu desenvolvimento. A implementação de uma estratégia para obtenção do estatuto de PME Líder, e posteriormente de PME Excelência, permite às empresas antecipar tendências, responder às necessidades dos seus clientes, explorar novos mercados, e oportunidades de negócio, em menos tempo, e com ganhos bastante superiores.
As empresas com esta visão serão líderes do seu tempo!
Além de poder considerar este ganho, a participação nesta iniciativa, permite ainda às empresas, reconhecimento e prestígio face ao mercado e concorrência, visibilidade, e com isso mais oportunidades comerciais, acesso a condições de financiamento privilegiadas (taxas de juro mais baixas, um fator de competitividade importante, perspectivam-se taxas de juro entre os 3 a 5% nos próximos anos), benefícios fiscais, apoio técnico do IAPMEI, entre outros.
Existe ainda a possibilidade de acesso a programas de incentivo, inovação e internacionalização, o que poderá vir, também, a ser uma oportunidade, no quadro do Portugal 2030.
No passado dia 12 de maio, as empresas do Oeste tiveram a oportunidade de assistir à apresentação do PT 2030, num evento realizado pela CCDR Centro, em parceria com a AIRO.
O 2º semestre será marcado pela abertura de oportunidades, decorrentes do próximo quadro comunitário, vindo a existir a efetiva implementação do PT 2030, no ano de 2024. Neste sentido, é tempo de, em 2023, trabalhar para o estatuto de PME líder, e no planeamento antecipado de medidas, para as nossas empresas serem líderes, em 2024!
Aproveitemos a inspiração desta medida, para tornar este um desafio comum às organizações, permitindo-lhes uma preparação mais eficiente para o mercado. Venha uma nova edição com novos estímulos para as empresas! ■