A Semana do Zé Povinho | 21.07.2022

0
301

O ambiente cada vez mais se queixa do mal que lhe fazem e, na maioria das vezes, esse mal vira-se contra quem pratica esses desmandos. Não admira que na sua responsabilidade social e ambiental caiba às empresas um papel relevante. É por isso que o Zé Povinho se mostra sensível à iniciativa do grupo Schaeffler e da sua fábrica caldense em aderir ao “Climate Action Day”. Dentro das iniciativas levadas a cabo, a atividade fixou-se na “Deslocação pelo Clima”, que fomenta a ida para o local de trabalho por meios amigos do ambiente, seja a pé, de bicicleta, transporte público ou de carro partilhado. Uma boa mensagem para todos, mostrando que a empresa está integrada num grupo com base na Alemanha em que estas questões são cruciais. Parabéns, por isso, à Schaeffler Caldas e aos seus trabalhadores. É destes gestos que se pode marcar a diferença. ■

Zé Povinho tem o maior respeito e consideração pelo SNS e pelos seus instrumentos de ação, no caso os hospitais, mas há coisas que lhe parecem inacreditáveis para não dizer outra coisa. O Hospital das Caldas ter de suspender as cirurgias pelo excesso de temperatura, no verão a que nos temos habituado nos últimos anos, é daquelas notícias que nos pareciam impossíveis de acontecer. E não foi por uma avaria repentina, pois houve necessidade de “uma redução da capacidade operativa e de eficácia, face às condições extremas e devido à elevada idade dos equipamentos”. Ora Zé Povinho pensava que em relação aos equipamentos também devia haver uma manutenção programada, prevendo a substituição destes equipamentos quando atingem o final da sua vida útil. Dificilmente se entende que só depois de entrarem em crise é que se vai abrir concurso e seguir as restantes burocracias do Estado. ■