Alexandra Baptista é a nova presidente da Juventude Socialista das Caldas

0
411
Todos demonstraram o seu apoio à nova presidente e reconheceram o trabalho desenvolvido pelo presidente-cessante

A caldense toma posse com “entusiasmo” e sentido de “responsabilidade”

A Juventude Socialista caldense elegeu novos órgãos, tendo a tomada de posse acontecido a 3 de novembro. A caldense Alexandra Baptista, de 24 anos, formada em Direito e militante da JS desde 2019, é a nova presidente da concelhia da JS para o biénio de 2023-2025. A antiga secretária da JS Caldas segue-se a Manuel Martins, que agora preside à Mesa da Assembleia de Militantes.
Como medidas para o mandato que agora inicia, Alexandra Baptista afirma que irá “apresentar o Cartão Jovem Municipal, que ainda não existe nas Caldas”, uma iniciativa que Manuel Martins já se encontrava a desenvolver e que a nova dirigente irá apresentar na próxima reunião do Conselho Municipal da Juventude, ainda este mês. “As outras iniciativas ainda vou delinear agora com o nosso secretariado”, avançou.
Na tomada de posse, a caldense confessou sentir “entusiasmo” e sentido de “responsabilidade” para a nova caminhada. “O meu percurso ainda é recente, militei-me em 2019 e foi na Federação de Leiria da JS que comecei a dar as minhas primeiras cartas, onde acabei por ser também acolhida pela Diana [Pais] (presidente da Federação de Leiria da JS), também militante e minha amiga”, explicou aos presentes.
A também secretária federativa esteve, com efeito, envolvida na organização do primeiro acampamento distrital da JS, “Red Summer Camp”, que se realizou nas Caldas e em Alcobaça, em julho passado.
“Foi uma atividade que me deu muito gozo de fazer. Tivemos ilustres convidadas e convidados, como a deputada Sara Velez, a eurodeputada Margarida Marques e o ex-funcionário da sede da JS, Henrique Duarte”, contou.
Alexandra Baptista realçou o ter “uma voz mais ativa, especialmente a representar a JS no Conselho Municipal da Juventude, que foi iniciado há uns meses”.
Em declarações à Gazeta das Caldas, Alexandra Baptista afirmou que foi “uma das fundadoras do Gabinete da Juventude das Caldas”, o qual deu início ao Conselho Municipal da Juventude, onde estão representados os diversos partidos e algumas associações.
“Neste momento, só posso dizer bem da minha relação com o executivo e, mais especificamente, com o Gabinete da Juventude, com quem tenho vindo a trabalhar”, participando igualmente em “algumas iniciativas, não a título partidário, mas como jovem caldense que também sou”.
Das iniciativas viradas para a juventude desenvolvidas pelo executivo liderado pelo Vamos Mudar, a presidente da concelhia da JS salientou a “aproximação informal” que “tem acolhido muitos jovens, nomeadamente, em várias iniciativas”, como o Youth Summit, no âmbito da qual houve uma ação alusiva às eleições europeias, para preparar e motivar os jovens “para o futuro que se aproxima”, dado que “são das eleições menos chamativas para os portugueses”. Concluindo que, “até agora, podemos dizer que a política da juventude do atual executivo municipal tem sido do agrado da JS/Caldas”.
O presidente cessante, Manuel Martins, que realizou dois mandatos, fez um balanço do trabalho realizado pela JS/Caldas. “Desde os webinars, a recolha de bens essenciais para a Ucrânia, o acampamento em cooperação com Alcobaça, todas as iniciativas que fizemos com a distrital, as ações de campanha que, apesar de serem as mais comuns, não são as menos importantes”, enumerou.
Esse mesmo trabalho foi reconhecido pelo presidente do PS/Caldas, Pedro Seixas. “A JS/Caldas era uma estrutura praticamente inexistente e o Manuel conseguiu dar aqui uma lufada de ar fresco”, reconheceu.
À nova presidente, desejou boa sorte e ofereceu o seu apoio, pois, “agora, Alexandra, o teu trabalho também é difícil, não só a nível das estruturas federativas e nacionais, mas também a nível concelhio, porque os desafios agora são outros e são desafios que realmente marcam o vosso futuro”.
Diana Pais, presidente da federação de Leiria do PS, expressou “orgulho” e “surpresa” por “ter alguém como a Alexandra na minha equipa também a nível distrital e perceber que esse percurso também vai para a concelhia”.
No biénio 2023-2025, a dirigente faz-se acompanhar na Concelhia por Francisco Romão, Carla Martins, Rodrigo Mateus e Jéssica Ferreira. A Mesa da Assembleia de Militantes é composta por Manuel Martins (presidente), Joana Rebelo e José Beato (secretários). Alexandra Baptista (inerência), Manuel Martins, Francisco Romão e Rodrigo Mateus serão os representantes da JS na Comissão Política Concelhia das Caldas do PS. ■