Francisco Lopes já tem sede de candidatura nas Caldas

0
475
A mandatária distrital apelou nas Caldas ao voto em Francisco Lopes para uma “ruptura com a politica actual”

A sede caldense de apoio à candidatura de Francisco Lopes à Presidência da República, situada na Rua do Parque nº3, foi inaugurada no passado dia 1 de Dezembro. O espaço vai estar aberto até às eleições de 23 de Janeiro, divulgando as posições e propostas do candidato comunista e será também aproveitado pelos apoiantes caldenses para desenvolver algumas iniciativas durante a campanha eleitoral.
Expostas pelas paredes estão obras de diversos artistas (entre elas do caldense Rogério Guimarães), que se encontram à venda. O objectivo é angariar algum fundo de maneio de apoio local à candidatura.
A cerimónia de inauguração contou com a presença de algumas dezenas de militantes e simpatizantes do PCP. Presente esteve também a mandatária distrital de Francisco Lopes, Etelvina Ribeiro, que defendeu esta candidatura como uma afirmação de outro rumo por um Portugal melhor.
Apesar de honrada pelo convite, a dirigente sindical disse sentir o “peso da exigência” que o cargo lhe impõe. Talvez por isso, e pela descrença  política que vê na população, já tenha começado a contactar com as pessoas, essencialmente nos concelhos de Leiria e Marinha Grande.
“É uma candidatura com propostas, sentido de mudança, e que também é simpática”, resume a militante comunista, que acredita que Francisco Lopes poderá romper com as politicas dos últimos 30 anos, desenvolvidas pelo PS e PSD. Trata-se, diz, de uma “candidatura necessária” que poderá contribuir para a melhoria da região, que foi “bastante fustigada com as falências das fábricas e o desemprego dos seus trabalhadores”.
A mandatária considera que esta candidatura zela pelos direitos dos que trabalham e é contra a prepotência dos grandes grupos económicos. Ainda por cima, “os responsáveis pela situação em que o país se encontra passeiam a sua irresponsabilidade, arvorados em arautos de novos ciclos, de proposta que são um desastre”, denuncia, destacando que se tratam de comentadores, analistas e responsáveis políticos do CDS/PP, PSD e PS.
“Estes senhores não são a solução, são a causa dos problemas e o risco do seu agravamento”, reiterou perante os presentes.
Critica em relação ao Orçamento de Estado para 2011, disse tratar-se do “maior ataque” às condições de vida dos trabalhadores, e que só serve os banqueiros e os especuladores. “É um orçamento de injustiça social e afundamento do país”, disse.
Referindo-se ao actual Presidente da República, Cavaco Silva, disse ser o “padrinho” do entendimento entre o PS e o PSD, para dar “cobertura à injustiça, que está em curso contra os trabalhadores e população mais carenciada”.
Etelvina Ribeiro apelou ao voto em Francisco Lopes, que acredita que possibilitará uma ruptura com a actual politica e mudança.
No dia 4 de Dezembro foi inaugurada, em Alcobaça, a sede de campanha de Francisco Lopes e, em simultâneo, o novo centro de trabalho do PCP naquela cidade.

Candidato na cidade a 19 de Dezembro

Francisco Lopes será o terceiro candidato à Presidência da República a passar pelas Caldas durante a sua campanha eleitoral, depois de Fernando Nobre e Manuel Alegre. O candidato apoiado pelo PCP estará a visitar a cidade durante a manhã de 19 de Dezembro e irá contactar com a população na zona do comércio tradicional.
Depois irá almoçar a Peniche e à tarde estará na Nazaré.

Fátima Ferreira
fferreira@gazetadascaldas.pt