O que votaram os partidos sobre o NHO

0
210

 

Depois da discussão das duas petições sobre a localização do Novo Hospital do Oeste (NHO), a 17 de maio foram votados projetos de resolução apresentados por diferentes partidos. Das cinco recomendações, a que obteve mais votos favoráveis (PSD, PS, BE, PCP. LIVRE, CDS-PP e PAN) e as abstenções do Chega e IL, foi a que propõe ao governo que crie um plano de reformulação dos hospitais de Peniche, Torres Vedras e Caldas que garanta a continuidade da prestação de cuidados de saúde nestas unidades de saúde após a construção e abertura do Novo Hospital do Oeste. Deverá ainda decidir, em cooperação com os respetivos municípios, sociedade civil e demais entidades interessadas, qual a modalidade que estas unidades deverão assumir após o encerramento do CHO. O PAN apresentou ainda recomendação ao governo para manter a decisão da construção do novo hospital no local atualmente definido (Bombarral), que foi aprovado por maioria (PS, IL, BE, PCP. Livre e PAN), com as abstenções do PSD, Chega e CDS-PP.
Também o projeto de resolução do BE foi aprovado, com os votos favoráveis do PS, BE, PCP, LIVRE e PAN, e a abstenção do PSD, IL, Chega e CDS-PP. O documento recomenda a construção do novo hospital, com investimento nas atuais infraestruturas para cuidados de saúde em proximidade. O PCP apresentou um projeto de resolução pela construção do novo hospital público do Oeste, que teve a abstenção do PSD, Chega e CDS-PP. Rejeitado, com os votos contra do BE, PCP e LIVRE, e a abstenção do PSD. PS, Chega, CDS-PP e PAN, foi o projeto de resolução apresentado pela IL que recomenda ao governo que avance com a construção do Hospital do Oeste e faça uma avaliação da viabilidade da manutenção das infraestruturas de saúde na região. ■