PS quer em Óbidos uma gestão autárquica “mais transparente e participada”

0
2158
Gazeta das Caldas
A equipa socialista foi apresentada numa festa na colectividade do Pinhal de Óbidos DR

A sede da Sociedade Cultural e Recreativa Pinhalense foi o local escolhido pelo PS de Óbidos, no passado dia 11 de Agosto, para a festa de apresentação dos seus candidatos aos diversos órgãos autárquicos. Vítor Rodrigues, candidato à Câmara, defendeu uma “gestão municipal clara, transparente, participada” e deixou algumas críticas ao trabalho feito pelo executivo social-democrata.
A festa, que a organização estima ter contado com 600 pessoas, durou noite fora, e incluiu um jantar servido no exterior da associação e arraial.

Vítor Rodrigues quer um concelho mais desenvolvido, com vista à melhoria da qualidade de vida de quem lá vive e trabalha e “não para aparecer na televisão ou nas redes sociais”. O candidato socialista defende que sejam renovadas as redes de águas e saneamento no concelho, recuperadas as casas de banho públicas e garantido o acesso de pessoas com mobilidade reduzida através da adaptação de passeios e lancis. Pretende também renovar a rede de autocarros OBI e “transformá-lo num verdadeiro sistema de transportes públicos com preços reduzidos para todos os utilizadores, designadamente jovens e seniores” e que este seja articulado com o Toma das Caldas da Rainha.
Ainda ao nível da mobilidade, prometeu garantir o transporte público da e para a estação ferroviária de Óbidos, dando “vida” aquele equipamento.
Para a vila, Vitor Rodrigues defendeu a criação de regras de utilização do espaço público, regulando o trânsito e garantindo a segurança de habitantes e turistas.
Se ganhar as eleições, diz que será melhorado o acesso às praias do concelho e zona litoral e promovida a sua limpeza e requalificação. “Vamos criar zonas de lazer dignas para suprimir as que foram destruídas”, disse, adiantando que querem promover a oferta turista tirando proveito das potencialidades do concelho, a nível cultural, religioso, desportivo e ambiental.
Virando-se para as freguesias, o candidato socialista propõe a reabilitação de espaços públicos através do reforço de meios e competências para as juntas, assim como o apoio às colectividades. No entanto, ressalva: será feita a avaliação das candidaturas por “critérios de mérito e não por simpatias ou favores políticos”.

Vítor Rodrigues quer ainda melhorar os eventos, estender o parque desportivo às freguesias e criar um serviço de apoio ao domicílio permanente, que disponibiliza pequenos consertos, água ou electricidade, para a população mais carenciada.
De acordo com o candidato, serão criados incentivos para o voluntariado e para jovens que se queiram fixar no concelho. A agricultura também não será esquecida, com o apoio aos produtores.
Perante uma sala repleta, o candidato destacou ainda que, caso ganhe a Câmara, “o princípio da participação será uma realidade, como o da transparência”. Garantiu que irão acabar os “expedientes da aprovação de decisões sem ouvir os interessados, da decisão unilateral do presidente e posterior ratificação pela Câmara, prática comum deste executivo em funções e o ‘truque’ dos elementos fornecidos à oposição fora de prazo”.
Vitor Rodrigues criticou os “malabarismos” das conversas e dos números para se referir à valorização dos bens municipais por parte do actual executivo. O candidato quer também levantar “a bandeira da liberdade” na Câmara, denunciando que actualmente “existe um ambiente de receio e de medo instalado nos funcionários e colaboradores da autarquia”.

Dirigentes nacionais manifestam apoio

Para além da equipa candidata à Câmara (liderada por Vítor Rodrigues), foram apresentadas as equipas que concorrem à Assembleia Municipal (encabeçada por Cristina Rodrigues) e às freguesias de A-dos-Negros (liderada por Vítor Santos), Amoreira (Célia Pedro), Gaeiras (Elsa Narciso) e União das Freguesias de Santa Maria, São Pedro e Sobral da Lagoa (João Rodrigues). Nas freguesias de Olho Marinho, Usseira e Vau, o PS irá apoiar as candidaturas de movimentos independentes.
Marcaram também presença dirigentes nacionais, como Odete João, da Comissão Política Nacional do PS, que sublinhou a aposta em Vítor Rodrigues e nas suas equipas, constituídas por pessoas do concelho, “com grande qualidade e experiência, capazes de criar uma nova dinâmica de desenvolvimento”.
O eurodeputado Carlos Zorrinho foi o convidado de honra. Natural de Óbidos, o político socialista que é uma figura assídua nas iniciativas de campanha do PS obidense, manifestou o seu apoio e incentivo em mais esta luta e destacou as qualidades do candidato à Câmara e o seu conhecimento da realidade social do concelho.
Também o anterior candidato à Câmara, Bernardo Rodrigues, marcou presença e sublinhou a continuidade entre o projecto que defendeu e o agora liderado por Vítor Rodrigues, incentivando os presentes à conquista dos poucos votos que faltaram 2013 para a vitória do PS na autarquia obidense.