PSD/Caldas quer fechar escolhas para as juntas até ao fim do mês

0
116
Rui Jacinto deixa freguesia de Salir de Matos

Partido reconduz maioria dos presidentes e avança com novos candidatos em
Carvalhal- Benfeito e Salir de Matos

A Comissão Política Concelhia das Caldas da Rainha do PSD está a ultimar o processo de escolha dos candidatos às freguesias nas próximas autárquicas, que espera ter concluído até ao final do mês. E há novidades em duas freguesias onde o partido é poder: os presidentes António Colaço (Carvalhal-Benfeito) e Rui Jacinto (Salir de Matos) estão de saída e os social-democratas já escolheram os nomes com os quais pretendem manter as duas juntas.
Assim, no Carvalhal-Benfeito, o nome de Carlos Freitas já foi aprovado pela estrutura liderada por Daniel Rebelo para tentar preservar aquela junta, o mesmo sucedendo com Flávio Jacinto em Salir de Matos.
De resto, o PSD pretende reconduzir a maioria dos presidentes de junta em funções. Com a óbvia exceção da União das Freguesias de Nossa Senhora do Pópulo, Coto e S. Gregório, particularmente relevante pelo facto de se tratar da maior freguesia em termos eleitorais do concelho, onde o PSD tem de encontrar um candidato para tentar suceder a Vítor Marques na autarquia.

Quatro presidentes de junta acertam recandidatura e Jorge Varela é quase certo

Ao invés, José Henriques (Alvorninha), Paulo Sousa (A-dos-Francos), Alice Gesteiro (Nadadouro) e Armando Monteiro (Landal) já se comprometeram com a recandidatura nas próximas autárquicas, sendo praticamente certo que Jorge Varela (União das Freguesias de Santo Onofre e Serra do Bouro) deverá avançar para um novo mandato.
Mas há outros processos ainda em aberto. Nos Vidais, com o presidente Virgílio Filipe de saída, devido à limitação de mandatos, o partido ainda não escolheu o candidato à junta.
O PSD pretende, ainda, encerrar rapidamente os processos de escolha na Foz do Arelho, que perdeu por 27 votos há quatro anos, e na União das Freguesias da Tornada e Salir do Porto, que o PS manteve há quatro anos por 11 votos.
Em Santa Catarina já era, há algumas semanas, conhecida a escolha de Fernando Fialho para tentar recuperar uma junta que pertence ao CDS-PP, mas que inicia um novo ciclo de poder, mediante a saída de Rui Rocha, devido à lei de limitação de mandatos.

Expetativa na Assembleia
Depois da confirmação de Fernando Tinta Ferreira para a Câmara, e com os processos nas freguesias em andamento, as atenções do PSD centram-se, de seguida, na escolha do candidato à Assembleia Municipal. Lalanda Ribeiro está em funções, mas não é certo que se recandidate. ■