PSD obteve maioria no domingo e deve governar com CDS/PP

0
728

notícias das CaldasAs eleições antecipadas para o Parlamento português quebraram a hegemonia socialista conquistada em Fevereiro de 2005 e mitigada nas eleições de 2009 (que levariam à queda do governo no passado mês de Abril).

O PSD conquistou no domingo 38,6% dos votos, elegendo já 105 deputados, tendo o PS obtido 28% dos sufrágios com 73 deputados, seguindo-se o CDS-PP com 11,7% e 24 deputados, vindo na quarta posição o PCP com 7,9% e 16 deputados (mais um deputado que em 2009) e finalmente o Bloco de Esquerda com 5,2 por cento, elegendo oito deputados. Os quatros deputados dos círculos da emigração serão conhecidos dentro de alguns dias.
Estes resultados de 2011 pintaram de laranja grande parte do país, a que o distrito de Leiria e a região Oeste não foram excepção. Leiria já em 2005 havia resistido à onda rosa, tendo naquele ano o PSD obtido 41% dos votos e o PS 37%, seguido pelo CDS com 9%, o BE com 6% e o PCP/ com 5%. Desta vez o PSD obteve 47% (35% em 2009), seguido do PS com 20% (30% em 2009) e do CDS com 12,6% e apenas mais 559 votos do que em 2009.
O Bloco de Esquerda voltou aos 5,4% perdendo 4% em relação a 2009 e perdendo dez mil votos. Finalmente, a CDU perdeu alguns votos em relação a 2009, mantendo-se nos 4,9% conquistando mais quase mil votos que em 2005.
Dos outros partidos pouco há a referir, excepto a votação mais significativa entre os pequenos do Partido dos Animais, que deve ter beneficiado do próprio nome que apresenta.
O PSD venceu em todos os concelhos do distrito de Leiria com excepção da Marinha Grande e de Castanheira de Pêra, que votaram PS. O CDS apresenta-se no distrito de Leiria como a terceira força, reelegendo a deputada Assunção Cristas, ultrapassando de longe as votações do PCP e BE, mas não conseguindo eleger o candidato caldense Manuel Isaac.
Em termos de mandatos o PSD ganhou um lugar ao PS, que elegeu apenas três deputados (Basílio Horta, João Paulo Pedrosa e Maria Odete João), tendo eleito seis deputados (Maria Teresa Morais, Fernando Ribeiro Marques, Feliciano Barreiras Duarte, Maria da Conceição Jardim Pereira, Paulo Batista dos Santos e Pedro Faustino Pimpão).

Oeste também se veste de laranja

Na região Oeste também todos os concelhos, com excepção de Alenquer, preferiram a cor laranja, tendo o PSD obtido mais de 75 mil votos, contra quase 48 mil do PS, seguidos do CDS com quase 22 mil, do PCP/PV com mais de 13600 e o Bloco com apenas 9874 votos.
As abstenções, tanto no distrito de Leiria como na região Oeste, rondaram os 40%, com a do distrito a atingir os 36,9% e a região Oeste com 41%.

PSD obtém na Caldas o valor mais alto desde 1991

O PSD no concelho das Caldas conseguiu obter o valor mais alto desde as últimas eleições ganhas por Cavaco Silva em 1991, mas ficando ainda a mais de dois mil votos desse escrutínio. Em relação às últimas eleições de 2009, o PSD subiu 41,7%, subida que contrasta com a descida do PS em mais de 28% e do Bloco de cerca de 40,7%.
Em contrapartida, em relação às últimas eleições legislativas, o CDS cresceu 6,3% e o PCP 2%, tendo também obtido a melhor votação desde 1991. O CDS também obteve o melhor resultado em legislativas desde o último mandato de Cavaco Silva.
Por freguesias, no concelho das Caldas o PSD ganhou em todas, subindo em todas mais de 25% com excepção do Landal em que subiu apenas 18%. Já o PS desceu em todas, entre os 22% e os 50%.
A abstenção no concelho das Caldas de 41,9% foi próxima da média nacional que  atingiu os 41,1%.

PSD também vence em Óbidos e Alcobaça

Os sociais democratas também venceram em todas as freguesias do concelho de Óbidos, apesar da abstenção de 43,3% neste concelho ter sido superior à média da abstenção nacional.
O PS obtém a sua pior votação em legislativas desde 1999, enquanto que o PSD obtém o seu segundo melhor resultado no mesmo período, só suplantado nas eleições de 2002 em que concorreu Durão Barroso.
O CDS foi a terceira força no concelho de Óbidos com o seu melhor resultado desde há muitos anos. Também a CDU obteve em Óbidos o seu melhor resultado dos últimos anos, contrariando o que aconteceu com o BE que perdem 200 votos.
O PSD venceu estas eleições antecipadas no concelho de Alcobaça, bem como nas freguesias mais próximas das Caldas, nomeadamente nas de Alfeizerão e Benedita, deixando o PS muito aquém. O CDS foi a terceira força seguida do BE e do PCP (CDU).