Socialistas das Caldas e Óbidos comprometem-se a trabalhar em conjunto

0
962
Vítor Rodrigues e Luís Patacho escolheram a ponte da Barosa para apresentarem as propostas de colaboração entre os dois municípios | Fátima Ferreira

Os candidatos do PS às câmaras das Caldas da Rainha e de Óbidos, Luís Patacho e Vítor Rodrigues, respectivamente, assinaram uma carta de compromisso, na tarde do passado domingo, 30 de Julho. O documento inclui várias iniciativas conjuntas, articuladas e complementares, que os socialistas pretendem implementar caso vençam as próximas autárquicas. “Municípios vizinhos devem estar em contacto permanente, trabalhando em sinergia e não de costas voltadas”, refere o documento.

 

A estreita e frágil ponte da Barrosa, situada entre o Nadadouro e Trás do Outeiro (que liga os dois concelhos) foi o local escolhido pelos candidatos às autarquias das Caldas e de Óbidos para assumir o compromisso de trabalhar em conjunto em várias áreas caso vençam as eleições a 1 de Outubro. Uma “ponte em mau estado” que, de acordo com os socialistas, “simboliza as más relações entre os executivos das Caldas e de Óbidos”, mas que, por outro lado, é sinal do potencial de cooperação que pode existir entre os dois municípios.
A protecção integrada da Lagoa de Óbidos é um dos pontos da carta, assim como a articulação do Toma e do Obi e a defesa de um hospital no Oeste Norte capaz de prestar os melhores cuidados de saúde à população desta região.
Os candidatos concordaram também em intervir em conjunto na defesa da Linha do Oeste, na criação de ciclovias que liguem os dois concelhos e na realização de eventos com interesse comum, “fazendo uma divulgação articulada da programação para rentabilização de recursos e permitindo uma oferta complementar nos dois concelhos”.
O candidato à Câmara de Óbidos, Vítor Rodrigues, salientou que estão conscientes que esta união de forças trará benefícios à região. “Os nossos concelhos têm uma ligação geográfica de excelência, uma localização que privilegia qualquer estratégia de desenvolvimento, pelo que não nos podemos centralizar nos nossos nichos”, disse, defendendo um Oeste mais coeso e forte.
Já o candidato caldense, Luís Patacho, chamou a atenção para o facto de esta carta de compromisso não estar fechada, mas antes ser uma carta de princípios que pode ser acrescentada.
O documento pretende reforçar a intermunicipalidade através, entre outras coisas, de uma melhor gestão dos recursos financeiros e humanos dos dois municípios. “Queremos ligar-nos fortemente e, de uma vez por todas, acabar com este virar de costas entre os dois executivos municipais”, disse, acrescentando que Caldas e Óbidos sempre estiveram ligados “umbilicalmente”, nomeadamente através da Lagoa de Óbidos.