Vitória de Cavaco Silva é derrota para PCP

0
502
notícias das Caldas
Vítor Fernandes na sede do PCP

A vitória de Cavaco Silva na primeira volta nas eleições presidenciais é considerada a principal derrota para o PCP das Caldas. “O nosso objectivo era pelo menos obrigar Cavaco Silva a ir a uma segunda volta e que nessa altura fosse eleito um candidato da esquerda”, afirmou Vítor Fernandes, responsável dos comunistas caldenses.
No entanto, entende que o candidato dos comunistas, Fernando Lopes, teve um resultado positivo tendo em conta os objectivos traçados para esta campanha.
“O objectivo era manifestar as nossas posições face a uma situação política e social gravíssima que vivemos”, referiu, lembrando que Francisco Lopes era um desconhecido para a maioria da população. “Penso que passou bem a mensagem e fez uma excelente campanha”, considera.
Vítor Fernandes salientou que o PCP defende o regresso das atenções dos responsáveis do país para as questões do aumento da produção na agricultura, nas pescas e na indústria. “Temos de começar a produzir aquilo que compramos lá fora a reduzir as importações”, defende.
Vítor Fernandes mostrou-se preocupado com os valores da abstenção e também comentou que os votos em José Coelho foram de protesto. O comunista também acha significativo que no concelho das Caldas, Fernando Nobre tenha tido mais votos que Manuel Alegre. “O que quer dizer que o PS não se empenhou na campanha de Manuel Alegre”, considera.
Para concluir, afirmou que “os portugueses vão pagar caro esta vitória de Cavaco Silva à primeira volta”.

P.A.