Turismo gastronómico | Festivais e mostras valorizam produtos tradicionais

0
293

O turismo gastronómico está a ganhar cada vez mais adeptos na região e não é difícil perceber porquê. Há públicos interessados em conhecer novos sabores e paladares e, ao mesmo tempo, desfrutar de bons momentos em família ou com amigos. Com a mesa recheada, o ambiente é ainda mais composto.
No Oeste há diversas oportunidades de desfrutar deste turismo. Desde logo, como já foi sublinhado neste roteiro, com as “Rotas da Vinha e do Vinho”, que apresentam várias possibilidade de visita a quintas da região, onde é possível fazer uma prova de vinhos e ficar a conhecer como se produzem esses verdadeiros néctares dos deuses, que agora estão à disposição de todos.
Na região tem sido, ainda, possível beneficiar a contento de diversos festivais e mostras que pretendem valorizar pratos típicos e a tradição da cozinha que por aqui se faz ao longo de muitos séculos.
Um dos eventos mais reconhecidos no Oeste é a Mostra Internacional de Doces & Licores Conventuais de Alcobaça, que todos os anos leva milhares de pessoas a espaços do Mosteiro, para saborearem as iguarias que os monges e as monjas da Ordem de Cister nos deixaram de herança desde há vários séculos.
Mesmo sabendo que vivemos um período em que muitos destes certames terão de ser adiados ou, pelo menos, reconfigurados, devido à pandemia, convém sublinhar que iniciativas como o Mês da Gastronomia em Arruda dos Vinhos, um concelho que tornou célebre um bacalhau assado muito especial, são de grande relevância para uma “comunidade” que procura apreciar comida de qualidade num contexto de festa e boa disposição.
Muito antigos e de grande impacto são o Festival do Vinho Português e a Feira nacional da Pera Rocha, no Bombarral, que valorizam dois produtos tradicionais da região, enquanto o Sobral de Monte Agraço coloca todas as fichas da promoção gastronómica nas Tasquinhas, outro evento bastante popular e variado.
Por norma, em Agosto, ninguém quer faltar ao Festival Sabores do Mar de Peniche, sendo que o peixe também é o rei em certames como a Quinzena Gastronómica do Carapau do ecoMAR, levada a efeito por Lourinhã e Torres Vedras.