Caldas da Rainha é conhecida por cidade termal e as razões não são propriamente difíceis de entender. Afinal, a cidade dispõe do mais antigo hospital termal do mundo. Fundado em 1485 pela rainha D. Leonor, o hospital é uma marca distintiva do Oeste. Mas, um pouco por toda a região, há variadíssimas alternativas para quem pretenda fazer um tratamento relaxamento e em tirar partido dos benefícios da água. A actividade foi retomada a 15 de Junho

A maioria das termas da região Centro já reiniciou a actividade, nomeadamente em Caldas da Rainha, conhecida, precisamente, como a cidade termal, dada a importância daquele turismo para o desenvolvimento deste território.
O turismo termal é, de resto, uma marca distintiva do Oeste, sobretudo em Caldas, onde o Hospital Termal assume protagonismo evidente.
Fundado em 1485 pela rainha D. Leonor, trata-se, tão só, do mais antigo hospital termal do mundo. Nos final do século XIX, Rodrigo Berquó mandou construir pavilhões com o intuito de ali instalar o novo hospital D. Carlos I, mas o projecto nunca foi concluído. Ainda assim, é considerado um belo exemplo de arquitectura termal.
Nas Caldas, a época das termas desenrola-se entre Março e Dezembro, mas, este ano, devido à pandemia, o cenário alterou-se de forma substancial. As estâncias termais tomaram a iniciativa de suspender a actividade em meados de Março, no início da fase aguda da pandemia. Entretanto, a Direção-Geral de Saúde autorizou o reinício a 15 de Junho e, desde então, as termas têm vindo a reabrir, cumprindo protocolos específicos e rigorosos de higienização e segurança, procurando servir os milhares de turistas interessados nos benefícios da água desta região.
No Oeste, aproveite para visitar o Your Hotel & Spa, na Fervença, uma “herança” das Termas da Piedade e que fornece uma oferta distinta. E de Alcobaça siga para a Nazaré, onde pode recordar a tradição dos chamados “banhos quentes”, no Barra Thalasso, em plena praia.
Passe, ainda, pelas Termas do Vimeiro, no concelho de Torres Vedras, onde se fazem tratamentos termais desde o final do século XIX.