Acompanhe-nos nesta viagem pelos sabores da região Oeste

0
1081

Gazeta das Caldas publica, pela primeira vez, um roteiro gastronómico, uma viagem pelos sabores da gastronomia regional, contemporânea e internacional. Sente-se, connosco, à mesa, e saboreie

Quando estamos felizes celebramos à mesa, nos momentos tristes, a comida conforta-nos. Está presente nos principais momentos da nossa vida e todos nos conseguimos recordar de sensações associadas a determinado prato ou a algum restaurante. O Oeste é uma região rica em gastronomia, oferecendo uma diversidade de iguarias para degustar à mesa dos vários restaurantes existentes neste território, desde o peixe fresco e marisco da nossa costa, às carnes e sobremesas … de comer e chorar por mais.
Gazeta das Caldas edita, pela primeira vez, um roteiro gastronómico com quilómetros de viagem pelos sabores, mas que é também um convite ao encontro, à mesa, para o convívio e a partilha com a família e os amigos.
Conheça as especialidades de alguns dos melhores restaurantes da região, desde Alcobaça a Peniche, passando pela Nazaré, Caldas da Rainha e Óbidos, bem como a sua capacidade e o tipo de serviço que prestam, para melhor preparar uma visita.
O crítico gastronómico Ricardo Felner leva-nos à Praça da Fruta, que gostaria de ver como o centro gastronómico da região, e convida-nos a refletir sobre a nossa cultura gastronómica.
Falamos ainda de confrarias, criadas com a missão de defender e divulgar produtos ou pratos tradicionais de determinado lugar, como são o caso, no Oeste, da Pera Rocha, codorniz do Landal, do Frango na Púcara, da Aguardente da Lourinhã ou dos vinhos produzidos na Região Vitivinícola de Lisboa.Mas a gastronomia está também ligada à inovação. Investigadores têm desenvolvido novos produtos com recurso ao mar e benéficos para a saúde, como são o caso do gelado artesanal de algas e kefir ou o pão d’algas. Alguns já estão, inclusive, a ser comercializados em Portugal e no estrangeiro.
O Oeste é ainda um verdadeiro tesouro vinícola, com uma grande variedade de castas que, depois, sabiamente combinadas, originam verdadeiros néctares dos deuses que “harmonizam” cada menu. Bom apetite! ■