Animação de Natal já chegou às Caldas da Rainha e Óbidos

0
252
Dezenas de jovens de escolas e associações caldenses desfilaram pela cidade

A chegada do Pai Natal deu início à animação nas Caldas e Óbidos transforma-se, durante o mês, na Vila Natal.

Já se celebra o Natal nas Caldas da Rainha! O Pai Natal chegou à cidade, numa grandiosa parada, na passada quinta-feira, dia 1 de dezembro, dia em que foi também inaugurado o Jardim Encantado, no Parque D. Carlos I, e o Mercadinho de Natal, na Praça 5 de Outubro.
Todos os caminhos por onde a parada passou foram dar à Praça 5 de Outubro, que, este ano, assume uma posição central na programação natalícia, onde pode ser encontrada a Casa do Pai Natal, o Marco do Correio e o Mercadinho de Natal, onde se vendem produtos regionais, todos até ao dia 24 de dezembro.
“O Natal é nas Caldas! O Natal também é em Óbidos, como sabemos, mas Natal é no nosso concelho”, frisou o presidente da Câmara Municipal das Caldas, Vítor Marques, no final da parada, relembrando o plano diversificado de atividades que decorrem na cidade e nas freguesias do concelho.
Na cidade das Caldas, a animação do “Caldas, Rainha do Natal” decorre de sexta (à noite) a domingo e nos feriados (o dia inteiro), e é para todas as idades. Aulas e atuações de dança, espetáculos de teatro, de fogo (malabarismo) e concertos são algumas das ofertas do Município para a quadra, que têm lugar na Praça 5 de Outubro. Sem esquecer as atuações de música ou de dança itinerantes, o Comboio de Natal, bem como as iniciativas que decorrem noutros pontos da cidade, como o Bairro Azul, ou o Arraial de Natal na Cervejaria “O Litro”, no Beco Pêro Vaz de Caminha, do dia 23 para 24.
Na Parque D. Carlos I, transformado num “Jardim Encantado” até ao dia 31 de dezembro, também há atividades a decorrer diariamente: pinturas faciais, jogos tradicionais e ateliers a cargo de escolas do concelho, espetáculos de teatro, marionetas e fantoches na Casa dos Barcos no dia 24 e de 26 a 31 de dezembro, entre outras, para além dos insufláveis e do Mercado de Natal, que inaugura no dia 17.

Milhares de visitas
Cerca de 30 mil pessoas visitaram a Vila Natal nos primeiros cinco dias. O evento, que abriu portas a 30 de novembro e mantém-se até 31 de dezembro, distribui-se este ano por toda a vila, embora concentre grande parte das atividades na cerca do castelo. O lenho de Natal e o carrossel mesmo antes da Porta da Vila dão as boas vindas ao visitantes que, seguindo pela vila, encontram este ano a pista de gelo na Praça de Santa Maria. Já na cerca do castelo é possível encontrar o Chalé do Pai Natal, onde o “velhinho das barbas brancas” juntamente com os seus duendes ouvem e guardam os desejos dos pequenos visitantes, mas também o Apeadeiro das Guloseimas, a Quinta Mágica, a Aldeia do Presépio Português, o Comboio de Natal, trampolins, entre muitas outras diversões. No Palco do Circo há espetáculos de marionetas, magia e humor, bem como a atuação das orquestras e grupos corais do concelho. Há ainda para ver a aldeia do presépio português e uma quinta pedagógica com cabras, ovelhas, patos, galinhas e um burro.
“Queremos transmitir o brilho do Natal e trazer felicidade para toda a família, sobretudo a seguir a uma pandemia e a alguma carga negativa resultante da guerra”, salientou o presidente da Câmara.
Nesta edição o bilhete tem um custo de 10 euros (ou 8 euros para crianças até aos 11 anos e os munícipes têm entrada livre), com a particularidade de dar acesso a todos os divertimentos que se encontram na cerca do castelo. A qualidade do evento, “permitindo uma boa experiência em Óbidos” é o objetivo da organização, que este ano fez um investimento próximo dos 450 mil euros. “Temos uma chancela de grande qualidade que não podemos baixar”, refere Filipe Daniel, justificando que este aumento “considerável”no investimento é também fruto da subida dos custos nas prestações de serviços e materiais. “Este evento tem sido uma grande aposta dos executivos anteriores e deste também, no sentido de promover o desenvolvimento económico no concelho”, concretizou.