Apreensão de armas por violência doméstica nas Caldas da Rainha

0
270

Um homem foi constituído arguido depois de lhe terem sido apreendidas, esta terça-feira, várias armas de fogo, no seguimento de uma investigação por crime de violência doméstica no concelho das Caldas da Rainha.

Na sequência de diligências de investigação, o Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) apurou que o suspeito perpetrou, ao longo dos 16 anos de relação com a vítima, de 44 anos, diversos episódios de violência física, maus-tratos verbais e psicológicos.

Após o término da relação, em 2018, os comportamentos agressivos do suspeito escalaram, sujeitando a vítima a constantes ameaças de morte, levando-a a recear pela própria vida, informou a GNR.

Foram apreendidas uma arma de fogo de calibre 6.35mm, um revólver, uma carabina, duas reproduções de armas de fogo, quatro botijas de CO2, uma arma de ar comprimido com mira telescópica e 77 munições de vários calibres.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Caldas da Rainha.