Árvores de Natal animaram Rua das Montras

0
952
Vinte e uma árvores de Natal deram cor ao centro da cidade, mostrando o trabalho de instituições de solidariedade, escolas e centros de formação

Cápsulas de café, meias, luvas, bocados de plástico ou de papel, luvas e até as folhas que revestem as maçarocas. Tudo serviu para diversas instituições e escolas caldenses enfrentarem o desafio que lhes foi lançado: enfeitar uma árvore de Natal com um metro e meio de altura.
As 21 árvores decoraram a Rua das Montras no passado fim-de-semana, na terceira edição da Snow Parade promovida pelo Ponto de Ajuda, o Contrato Local de Desenvolvimento Social das Caldas da Rainha, que junta Misericórdia e autarquia caldenses e Instituto da Segurança Social.
Enquanto nos últimos dois anos cerca de seis mil pessoas foram convidadas a votar no boneco de neve preferido, desta feita os que passaram pela rua puderam escolher qual a árvore de que mais gostaram. Os resultados da votação não eram, no entanto, conhecidos até à hora de fecho desta edição.
Para a coordenadora do Ponto de Ajuda, Cláudia Almeida, a importância de iniciativas como esta reside no facto de funcionarem “muito como marketing social, sendo uma forma de trazer as pessoas até nós” e de dar a conhecer o Contrato Local de Desenvolvimento Social (que reúne a Santa Casa da Misericórdia das Caldas da Rainha, a Câmara Municipal e o Instituto da Segurança Social).
“A altura do Natal é uma altura em que há imenso movimento nas Caldas e desta forma chegamos a outro tipo de população”, que não a franja sobre a qual incide o projecto, voltado para a inclusão social, acrescenta a responsável.
Já para o presidente da autarquia caldense, Fernando Costa, a importância desta iniciativa prende-se com a mobilização das instituições para uma iniciativa natalícia, bem como com o embelezamento e dinamismo das ruas da cidade numa altura tão importante para o comércio. “Está aqui uma iniciativa de quem não é comerciante a favor do comércio, e espero que o comércio acolha bem esta ideia e saiba de alguma forma retribuir à Misericórdia esta excelente iniciativa a favor da cidade”, defendeu o autarca, apontando que a Snow Parade deste ano contava com “árvores magníficas”.

O apoio da autarquia que o presidente desconhecia

Questionado sobre o apoio da autarquia à Snow Parade, Fernando Costa garantiu aos jornalistas que esta iniciativa não tinha qualquer apoio por parte da Câmara Municipal e que até agora este não tinha sido solicitado. O autarca aproveitou mesmo para referir que “é bom que haja iniciativas sem o apoio da Câmara, porque esta ideia de que a Câmara tem que apoiar tudo é uma ideia ultrapassada e está aqui claro como instituições gastaram tempo e alguns recursos a favor da cidade e do comércio”.
Mas afinal, os encargos com a Snow Parade são assegurados pela autarquia. De acordo com Tiago Pereira, técnico do Ponto de Ajuda, “há um apoio da Câmara Municipal para a construção da nossa árvore de Natal e compra de alguns materiais”. O técnico acrescentou ainda que “tanto a rede como a madeira [usadas na estrutura das árvores] foram pagas pela Câmara Municipal”.
Outro apoio à iniciativa chega da parte da Staples, de onde saem os prémios para as árvores vencedoras (250 euros em material para o primeiro classificado, 150 euros para o segundo e 50 euros para o terceiro).

Joana Fialho
jfialho@gazetadascaldas.pt