Ascensor da Nazaré vai retomar funcionamento

0
306

Depois de obras de quase 1,7 milhões de euros para estabilização da arriba, que eram reclamadas há décadas, equipamento está pronto a funcionar

A obra de estabilização das arribas da Nazaré, a cargo da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), “está em fase de conclusão, podendo o ascensor retomar o seu funcionamento a partir do próximo dia 29 de março”, informou esta segunda-feira a APA, esclarecendo que já transmitiu essa informação à autarquia nazarena.
“A intervenção teve como objetivo a minimização do risco neste troço, de forma a permitir a utilização do ascensor em condições de maior segurança”, acrescentou a APA.
Trata-se de uma empreitada avaliada em cerca de 1,7 milhões de euros, que tinha inicialmente um prazo de oito meses, mas que demorou mais de um ano, algo que levou até a Associação de Comércio Indústria e Serviços da Nazaré a tomar uma posição contra a APA, alertando para os prejuízos causados aos comerciantes.
Esta foi uma obra financiada pelo POSEUR – Programa Operacional de Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos.
O ascensor da Nazaré foi construído em 1889 com o objetivo de ligar a praia ao Sítio da Nazaré.
Ao longo das décadas o equipamento tem vindo a receber várias melhorias. Pelos 318 metros de extensão, com uma inclinação de 42% passam cerca de um milhão de passageiros por ano.
No final do passado mês de fevereiro foi aprovado, em reunião de Câmara e por unanimidade, a abertura do procedimento de classificação do ascensor como Monumento de Interesse Municipal junto da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC). ■