Bandeira azul nas praias da Foz do Arelho

0
873

DSC_0195Nas praias da Foz do Arelho (lagoa e mar) já se encontram hasteadas as bandeiras de cor azul que asseguram a qualidade da água e do areal. Ao lado, esvoaçam também as bandeiras de praia acessível e de ouro, que atestam a excelência daquela estância balnear.
A praia de S. Martinho do Porto este ano não foi distinguida com bandeira azul, mas os responsáveis garantem que esta é segura do ponto de vista de uso balnear.

Desde 1999 que a praia do Mar, na Foz do Arelho, ostenta a bandeira azul, o galardão ambiental atribuído às praias, marinas e portos de recreio que cumprem vários critérios de gestão ambiental, educação ambiental, informação, qualidade da água balnear, serviços e segurança dos utentes. De há três anos a esta parte, também a praia da Lagoa tem sido contemplada com este galardão.
As bandeiras foram hasteadas no passado dia 17 de Junho, depois de uma vistoria técnica ter confirmado que as praias reuniam todos os requisitos necessários.
A “qualidade de excelência” foi enaltecida pelo presidente da Câmara, Tinta Ferreira, que destacou que este galardão é atractivo para os turistas aquando da escolha do seu local de veraneio. Além disso, é também uma garantia para as pessoas da região que sabem que podem vir à sua praia pois esta “reúne óptimas condições, das melhores que existem no país”, salientou.
O autarca destacou o envolvimento da Junta de Freguesia, em quem a Câmara delega competências ao nível do cuidado da praia e dos concessionários, que “fazem o seu trabalho muito bem feito”. Também a autarquia dá o seu contributo, tendo este ano investido em passadiços, papeleiras novas, e um maior cuidado com a limpeza da praia e sanitários.
Este ano a época balnear coincide com as dragagens que estão a decorrer na Lagoa, mas este facto também não foi impeditivo das praias serem galardoadas. “As dragagens não criaram problemas, felizmente, ao nível das análises e isso é importante”, destacou o autarca.

S. Martinho do Porto perde bandeira azul

A praia de São Martinho do Porto não vai hastear a bandeira azul este ano  porque não cumpria um dos critérios imperativos relativo à classificação da água balnear. A classificação é baseada em análises realizadas nos últimos quatro anos e pontualmente no ano corrente e já se mantém assim desde 2009 ano em que foi implementada a nova Directiva Europeia da Qualidade da Água Balnear.
“Em vez de Excelente [requisito Bandeira Azul] obteve classificação de Boa, logo segura do ponto de vista de uso balnear”, explicou Catarina Gonçalves, coordenadora da Bandeira Azul à Gazeta das Caldas.
Mesmo sem ostentar o galardão, foi feita a vistoria e a responsável assegura que a praia “apresenta todas as condições de segurança balnear e protecção da saúde pública”.
No total este ano são hasteadas 23 bandeiras na região Oeste. Além das praias da Foz (mar e lagoa), também foram galardoadas as praias da Nazaré e Paredes de Vitória (Alcobaça), bem como as do Baleal (norte e sul), Cova da Alfarroba, Gamboa, Medão-Supertubos e Consolação, em Peniche. Lourinhã vê distinguidas as praias de Porto Dinheiro, Areia Sul, e Areia Branca e de Torres figuram as praias Azul, Formosa, Centro, Física, Santa Helena, Pisão, Mirante, Navio e Santa Rita (sul e norte).
Este número é igual ao do ano passado, porque apesar de S. Martinho do Porto ter perdido da bandeira, a Praia da Física, em Torres Vedras, voltou a ser galardoada.