Cais palafítico estará concluído em setembro

0
208
A obra já está em adiantada fase de concretização

O empreiteiro já está na fase final das obras e a Câmara começou a limpeza do espaço envolvente

A intervenção para a reconstrução do cais palafítico, observatório de aves e percurso pedonal de acesso ao cais, junto à Lagoa de Óbidos terá a sua conclusão no próximo mês de setembro. O empreiteiro já está na fase final da obra e a Câmara das Caldas começou esta semana uma limpeza nas imediações para melhorar a zona envolvente. De acordo com o vice-presidente da Câmara, Joaquim Beato, a obra, que começou no início do ano e já deveria estar concluída, sofreu algum atraso devido às marés. “A água era pouca e revelou-se mais difícil ter a plataforma a flutuar, para que a máquina conseguisse cravar as estacas que ficam dentro da Lagoa”, explicou o autarca à Gazeta das Caldas.
Esta intervenção decorre na zona do antigo cais palafítico existente na zona da Ardonha e Juncal (Nadadouro), e contemplará um novo cais, em madeira, com nove entradas e uma zona de passadiço. Além da reabilitação patrimonial, também servirá de apoio para atividade piscatória e local de contemplação.
A obra está a cargo da empresa A. Milne Carmo SA e tem um investimento de 317 mil euros.
As estacas de elevação da plataforma do antigo cais ainda eram visíveis, mas este já não era usado há mais de uma década. Os dados registados naquela zona apontam para “vestígios pré-históricos e romanos associados à pesca junto ao atual cais, já em ruínas, onde se recolheram alguns pesos de rede”, refere o artigo “Registo arqueológico e as alterações ambientais observadas na zona costeira da Lagoa de Óbidos ao longo do tempo, concelho das Caldas da Rainha: Evolução da paisagem e ocupação”, publicado no Boletim do Centro Português de Geo-História e Pré-História. ■