Caldas ganha mais um campo 3×3 basketart

0
216
Inauguração decorreu na semana passada, na Semana Europeia do Desporto

Equipamento inaugurado na Semana Europeia do Desporto com atletas da SIR “Os Pimpões” em destaque.

Há um novo campo de 3×3 basketArt na cidade das Caldas. A inauguração do recinto no Parque Sol Nascente aconteceu na passada terça-feira, dia 27 de setembro, com a presença de autarcas e várias individualidades, nomeadamente o presidente da Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB), Manuel Fernandes.
O campo 3×3 BasketArt do Parque Sol Nascente é o segundo na cidade, e resulta de uma parceria entre a FPB, a União de Freguesias de Caldas – Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório, o Município de Caldas da Rainha, a Associação de Basquetebol de Leiria e a SIR “Os Pimpões”.
O espaço desportivo, que foi ilustrado pelos alunos da Academia Desenhos do Bruno sob o tema “Águas termais”, promete uma experiência imersiva em que cada bola a encestar parecerá mergulhar nas profundezas do oceano.
O projeto já tem dois anos, quando a Federação, ao abrigo do programa 3×3 BasketArt, contactou a Câmara e o anterior executivo da Junta para criar um novo campo de minibasquete, após o sucesso do primeiro junto ao Pavilhão Rainha D. Leonor.
“A ideia fundamental é arranjar novos espaços para esta prática mais informal, mais lúdica e que seja aberta a todos, mas também em que possa haver a competição organizada, como foi o torneio de Sub-17 de preparação para o Nacional de 3×3, entre Leiria e Santarém [no campo junto ao Parque]. E os miúdos que já estão na prática federada até podem vir para aqui treinar os lançamentos ou o drible”, explica o presidente da Federação Portuguesa de Basquetebol, que acrescenta que este é um projeto “importante”, porque “uma das grandes carências que o desporto português tem são as infraestruturas necessárias para a prática dos desportos, em particular, os desportos de pavilhão”.
Filipa Oliveira, a arquiteta paisagista que projetou o espaço do Parque Sol Nascente, destaca a intencionalidade de o projeto de responder à “necessidade de um espaço desportivo e ao mesmo tempo de lazer” naquela zona da cidade, também com espaços verdes, adiantando que o campo promove, simultaneamente, a “deslocação entre equipas e grupos de jovens ou menos jovens de um campo para o outro”, uma “diversidade” que, “à escala da cidade, é muito positiva”.
Pedro Braz, presidente da Junta da União de Freguesias de Caldas – Nossa Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório, destaca a vontade da Junta de que o “espaço sirva para que os jovens, e não só, possam praticar uma modalidade que cada vez tem mais atletas”.
Por seu turno, Susana Chust, presidente da SIR “Os Pimpões”, destaca a importância de uma iniciativa como esta para “fomentar a modalidade e o desporto em geral, que não o futebol”, admitindo que o campo de basquetebol inaugurado em 2019, na União de Freguesias de Caldas – Santo Onofre e Serra do Bouro, tem contribuído para dar a conhecer a modalidade a muitos jovens, que se inscrevem depois nas equipas dos Pimpões. “Os nossos atletas vão para lá e depois encontram outros miúdos, que acabam por jogar com eles, e, por gostarem da modalidade acabam por ir para o clube também, para depois entrarem nas competições”. A dirigente e amante do basquetebol acrescenta que a existência de “tabelas na rua, sem balizas”, é um “sonho antigo”, reforçando que nas Caldas já temos dois [campos]”.
Depois do descerrar da placa da inauguração, que decorreu na Semana Europeia do Desporto, o presidente da Câmara Municipal das Caldas quis passar a bola aos jovens. “Porque só faz sentido darmos continuidade e investirmos na requalificação e na promoção de espaços se eles forem utilizados”, continuou Vítor Marques, prometendo ainda que, “se este campo tiver uma regularidade de utilização”, a autarquia conta fazer um terceiro campo, numa área da cidade que seja ajustada e adequada”, para alargar “a oferta de equipamentos desportivos e, neste caso em particular, do basquetebol”.