Caldas já tem grupo de apoio contra o cancro

0
350
Responsáveis do novo grupo, da LPCC e da União de Freguesias

Está constituído grupo de apoio à Liga contra o cancro. União anunciou caminhada para 19 de maio, que contribuirá para a investigação

Está criado o grupo de apoio das Caldas da Liga Portuguesa contra o Cancro (LPCC). Neste momento, já tem cerca de 30 elementos e, em breve, será inaugurada a sua sede na Avenida 1º de Maio que foi cedido pela Câmara das Caldas. A coordenadora do grupo é Teresa Xavier, que o apresentou em conferência de imprensa a 17 de abril, na sede da União de Freguesias de N. Sra. do Pópulo, Coto e S. Gregório. A sede terá valências de fisioterapia, apoio jurídico, apoio à família, entre tantas outras, úteis a doentes e familiares. Foi também estabelecido um protocolo com duas farmácias das Caldas. A apresentação do grupo caldense contou com a presença de Cristina Gonçalves Ferreira, mandatária para a criação de grupos de apoio e delegações da LPCC no núcleo regional do Sul da Liga Portuguesa contra o Cancro.
O presidente da União, Pedro Brás, anunciou que a caminhada se vai realizar a 19 de maio, integrando a iniciativa nacional da LPCC que terá caminhadas e também corridas em várias localidades do país.
A caminhada pela investigação – que pretende angariar fundos para a investigação oncológica – terá como madrinhas Rebeca e Célia Antunes, caldenses que foram doentes oncológicas. Ao todo terá seis quilómetros e vai decorrer no Parque e na Mata e contribuirá para apoiar a investigação científica nesta área. A concentração para a caminhada para a investigação será às 10h00 no Céu de Vidro e terminará na Mata com um piquenique conjunto.
“Queremos unir a cidade em prol desta causa”, disse o autarca. Tendo em conta as anteriores experiências, é esperada a participação de 300 a 350 pessoas. “Gostava que fôssemos muitos mais”, rematou Pedro Brás. As inscrições já abriram e podem ser feitas através das redes sociais da LPC ou diretamente nas redes da União de freguesias. ■