Caldenses marcam presença nas comemorações da Batalha da Redinha

0
430

Integrado no programa das comemorações da Batalha da Redinha (travada em Março de 1811 na sequência da perseguição movida pelo general inglês Wellington às tropas de Massena, durante a terceira invasão francesa) terá lugar naquela localidade do concelho de Pombal, no próximo dia 18 de Março, uma feira de doçaria e licores regionais, e um mercado de antiguidades, com a presença de vários representantes das Caldas da Rainha.
Na feira, que terá lugar junto ao Largo da Guerra Peninsular e ocupando várias ruas, participarão também o Rancho Folclórico da Redinha e a Filarmónica do Louriçal.
Pelas 10h00 terá início um desfile de bicicletas antigas e trajes do século XIX, no qual participam cerca de 70 caldenses, a maioria ligados ao Grupo Amigos da Natureza da Associação Cultural e Recreativa do Campo. Com um percurso de cerca de oito quilómetros, o passeio contempla uma visita aos Olhos de Água, na nascente do Rio Anços.
Às 11h00 será feita uma homenagem aos mortos em combate na Batalha da Redinha, com uma recriação dos exércitos e armas, dinamizada por figurantes vindos da vila de La Albuera (Badajoz) que mantém um intercâmbio com a cidade de Pombal e a vila da Redinha. Segue-se uma salva de tiros junto ao memorial, que assinala o local da batalha.
O evento é coordenado pelo caldense Mário Lino, à semelhança do que tem acontecido desde 2005. A organização é da Junta de Freguesia da Redinha, com o apoio da Câmara de Pombal e do Museu do Ciclismo das Caldas da Rainha e a colaboração do Ayuntamiento de La Albuera e Grupo Amigos da Natureza da Associação Cultural e Recreativa do Campo.

F.F.