Câmara de Alcobaça quer classificar monumento ao General Sem Medo

0
304
No futuro será necessário estudar a ligação entre as duas peças que compõem o monumento, admitiu o edil alcobacense
Autarquia quer classificar monumento ao general Humberto Delgado, na Cela Velha 
A Câmara de Alcobaça está atualmente a trabalhar na classificação do monumento ao general Humberto Delgado, localizado na Cela Velha. A revelação foi feita pelo presidente da Câmara, Hermínio Rodrigues, quando questionado por António José Henriques, vereador do PS, na última reunião de Câmara pública.
“É um monumento identitário”,  frisou o edil alcobacense, notando que “a classificação tem toda a lógica” e informando que o espaço será embelezado para a comemoração dos 50 anos da Revolução dos Cravos.
No último ano foi apresentado um projeto da sociedade civil para uma intervenção no local que permita associar ao monumento uma estrutura museológica, mas também criar uma ligação entre as duas peças que compõem o monumento.
Esta última foi uma das intenções manifestadas pelo autarca durante a sessão de Câmara. “Vamos ter que fazer um projeto no futuro em que consigamos interligar os dois espaços, que estão dispersos e acho que era importante, porque um não vive sem o outro”, afirmou, notando que o escultor será ouvido na procura de uma solução.
O vereador António José Henriques tinha alertado “que no concelho há um símbolo que deve ser dignificado” e que este deveria constar no inventário do município e ser classificado junto do Ministério da Cultura. O monumento, que “tem um simbolismo forte”, está lá, mas é quase anónimo”, apontou, recordando que estamos a apenas dois meses de comemorar os 50 anos do 25 de Abril.
Inaugurado a 22 de julho de 1976, o monumento ao “General Sem Medo” é da autoria do escultor José Aurélio. O então primeiro-ministro, Mário Soares, marcou presença na inauguração.
“O monumento representa a luta e a vitória contra as forças opressoras, representadas por um bloco que é fragmentado pela força da Liberdade”, lê-se no descritivo, no site da Junta de Freguesia.
Registado na Conservatória e nas Finanças desde a década de 80 do século passado, o monumento é propriedade da Junta de Freguesia. ■