Câmara formaliza contratos da ALEB e pavilhão multiusos

0
73

A Câmara de Alcobaça outorgou, na última semana, os contratos relativos às empreitadas da Área de Localização Empresarial da Benedita (ALEB) e do Pavilhão Multiusos de Alcobaça, que irá nascer no local onde existe o pavilhão do MercoAlcobaça.
A zona empresarial da Benedita, no valor de 7,5 milhões de euros, é, nas palavras do presidente da Câmara, Paulo Inácio, “a maior empreitada de sempre” da autarquia.
Por seu turno, o pavilhão multiusos vai custar 4,5 milhões de euros, verba que, tal como a ALEB, é cofinanciada por fundos europeus.
“São dois investimentos absolutamente históricos que direta ou indiretamente irão dar trabalho a muitos munícipes, injetado verbas importantes na economia local. São também dois projetos estruturantes que serão realizados em simultâneo”, nota o chefe do executivo municipal.
A Câmara já solicitou o visto prévio ao Tribunal de Contas para o Pavilhão Multiusos de Alcobaça, admitindo-se que a obra se inicie até ao final deste ano, momento em que também deverá estar praticamente concluída a requalificação da Avenida Prof. Eng. Joaquim Vieira Natividade, na cidade.

Mais projetos
Em fim de ciclo à frente da autarquia, devido à lei de limitação de mandatos, Paulo Inácio mostra-se, ainda, igualmente empenhado no projeto de Mobilidade Suave entre Alcobaça e Nazaré, que classifica de “fundamental deste rol de grandes projetos que certamente terão um impacto positivo na modernização e no reforço da qualidade de vida” do concelho, sustenta o social-democrata, que está a cumprir o terceiro e derradeiro mandato, tendo sido eleito pela primeira vez em 2009.