Casal do Rei venceu concurso de presépios

0
430
A Associação Recreativa Cultural e Desportiva do Casal do Rei apresentou uma proposta com caricas e tampas

Iniciativa é um exemplo de envolvimento comunitário. Presépio com tampas e caricas foi o mais votado deste ano

A representação do nascimento de Jesus feita pela Associação recreativa Cultural e Desportiva do Casal do Rei foi a grande vencedora do IX Concurso Presépios da Minha Aldeia, promovido anualmente pela Junta de Freguesia dos Vidais.
Foram milhares de caricas de refrigerantes e de cerveja e tampas que foram recicladas para dar forma às tradicionais figuras do presépio.
Em segundo lugar ficaram os Amigos da Capela do Casal do Rei, com o Grupo de Amigos de Cortém a fechar o pódio.
Os Moradores da Ribeira de Crastos ficaram no quarto lugar, os Amigos da Matoeira no quinto e as Bordadeiras de Cortém e o Coro da Igreja ex aequo no sexto lugar. Os restantes ficaram todos em sétimo.
No total foram distribuídos mais de 4000 euros de prémios, que servem para fazer face a despesas, nomeadamente de eletricidade e com alguns materiais, ainda que o apelo seja sempre que os participantes apostem na reciclagem (e que tem vindo a ser cumprido).
Este ano houve mais quatro participantes do que em 2022 (NDA Vidais Futsal, MotorPeças e Bordadeiras de Cortém, que nunca tinham participado e o Coro da Igreja que voltou a participar), tendo sido batido o recorde de participações, tendo já duplicado o número de presépios face à primeira edição. É que este ano havia 18, enquanto em 2014 eram nove.
Desde o primeiro ano a iniciativa tem sido pautada por duas imagens de marca: uma é o envolvimento das pessoas dos vários lugares da freguesia, que todos os anos fazem o presépio do seu lugar e visitam os dos vizinhos. Outra é mesmo a presença de carros e motas a percorrer a rota, conhecendo a freguesia através dos presépios.
O presidente da Junta de Freguesia dos Vidais, Rui Henriques, conta que este ano se sentiu que “as visitas aumentaram” e realça que receberam uma excursão de idosos vindos da Baixa da Banheira que passaram a manhã a fazer a rota dos presépios pela freguesia e durante a tarde foram ao Óbidos Vila Natal.
Este ano os vencedores foram novamente eleitos pelos próprios participantes, num sistema de votação ao estilo da Eurovisão, em que cada grupo elege os melhores, não podendo votar no seu.
O que também se sente, frisa o autarca, é um envolvimento cada vez maior em torno do concurso e uma participação crescente da comunidade estrangeira que reside na freguesia.
Rui Henriques elogia a qualidade dos presépios apresentados e o espírito desta iniciativa, que é importante para dar a conhecer a beleza e a qualidade de vida desta freguesia rural do concelho das Caldas.
O autarca faz um balanço muito positivo desta edição, que terminou no Dia de Reis, com a entrega dos prémios e um convívio ao sabor de bolo-rei e um brinde com ginja ou jeropiga, na sede da Junta de Freguesia. ■