Centenas de marcadores de livros expostos no Bombarral

0
470

notícias das CaldasAlgumas centenas de marcadores de livros em várias cores, formas e nacionalidades fazem parte de uma exposição que está patente no Museu Municipal do Bombarral até 31 de Julho.
Os objectos expostos fazem parte daquela que é considerada a maior colecção de marcadores de livros existente em território nacional, com mais de 57 mil exemplares.
A colecção foi iniciada na década de 90 pela bombarralense Guida Bruno, quando a coleccionadora começou a exercer o cargo de bibliotecária no Museu do Teatro, em Lisboa.

Devido ao elevado número de marcadores que ia encontrando no interior dos livros que chegavam ao museu para ser catalogados, Guida Bruno decidiu guardá-los, dando assim início a esta colecção.
Os primeiros marcadores referenciados datam dos finais do século XVIII. Tratam-se de fitas de seda que acompanhavam os livros antigos, nomeadamente os de cariz religioso.
O marcador, como o conhecemos actualmente, surge no final do século XIX, sendo utilizado como veículo de promoção dos mais diversos produtos e não apenas dos livros.
Além da recolha que foi fazendo, muitos dos marcadores expostos foram oferecidos. “Colecção rima com coração, o que faz sentido porque os meus amigos, sabendo que colecciono, quando vão a qualquer lado trazem sempre um marcador para me oferecer”, explicou.
Nesta exposição, os visitantes poderão ainda admirar os mais recentes exemplares da colecção. “Na actividade de fecho de ano lectivo da Hora do Conto desafiamos as crianças a criarem os seus próprios marcadores, que podem agora ser vistos nesta exposição”, explicou.
A inauguração ocorreu no dia 25 de Junho, tendo contado com a presença da coleccionadora e do executivo da Câmara do Bombarral, entre outros convidados.
O presidente da Câmara, José Manuel Vieira, agradeceu a Guida Bruno “o empenho e todo o trabalho voluntário que tem desenvolvido no Museu Municipal com os funcionários da autarquia”.
Guida Bruno também agradeceu “à equipa fantástica que vim encontrar no Bombarral de onde saí há muitos anos e onde regressei recentemente depois de aposentada”.
A exposição pode ser visitada durante o horário de funcionamento do Museu Municipal, de terça a domingo das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.