Conheça as iniciativas de animação natalícia da região

0
398
| DR

Câmaras investem e procuram manter uma relativa “normalidade” em tempos de pandemia

Em Óbidos este ano não haverá Vila Natal, mas a vila estará decorada para receber as famílias que ali queiram viver a magia típica da época. As luzes de Natal serão ligadas no dia 20 de novembro pelas 18h00, mas além da iluminação e decoração de recantos secretos, haverá “uma programação natalícia numa vertente virtual”, explicou à Gazeta Alexandre Ferreira, da Óbidos Criativa, empresa municipal que é responsável pela organização de eventos.
“O Pai Natal irá às escolas do concelho através de plataformas digitais, transmitiremos a leitura de narrativas de Natal por elementos que estão na frente de combate à pandemia”, frisou o dirigente, notando que ainda “existe a possibilidade” de estarem presentes póneis na Praça de Santa Maria e de surgirem algumas atuações de grupos de música para animar as pessoas que visitarão Óbidos.

Crise pandémica obriga a repensar programas de animação e a reforçar apoios sociais e económicos

Quanto à roda gigante e ao comboio, são iniciativas que estão sujeitas a autorização da Autoridade Local de Saúde.
“Dentro da programação a apresentar digitalmente, não faltarão as receitas tradicionais de Natal, concertos e ainda de actividades desportivas adaptadas ao tema do Natal”, frisou Alexandre Ferreira, contando também que haverá um roteiro de Presépios de Natal pelo concelho.
Relativamente aos custos, e tendo em conta que os equipamentos de iluminação colocados nas muralhas e nas ruas são propriedade da empresa municipal, o investimento na iluminação e decoração ronda os 7 mil euros. A autarquia prevê também gastar 8 mil euros na animação natalícia e na dinamização do comércio tradicional.

Cadaval quer manter o normal
No Cadaval a Câmara pretende “manter as atividades habituais, adaptadas a esta nova realidade que a pandemia trouxe, e reforçar as atividades que podem ter um impacto positivo na economia local”.
O propósito “é tentar, na medida do possível, proporcionar alguma “normalidade” à vida das pessoas, no meio deste turbilhão social e económico que estamos a viver, bem como estar atentos aos problemas sociais que estão latentes na comunidade, garantindo que ninguém seja afetado na sua dignidade enquanto ser humano”.
Nesse sentido, a iluminação de Natal na vila do Cadaval é para manter, assim como a música alusiva à época nas ruas. “Ao nível das crianças em idade escolar, iremos fazer a oferta de prendas por turma, no ensino pré-escolar e 1.º ciclo, bem como proporcionar um Teatro de Natal via “streaming” (transmissão online) que irá passar em todas as salas de aula”, esclareceu a autarquia. A nível social serão reforçados os “Cabazes de Natal” para as famílias socialmente vulneráveis.
Para dinamizar a economia local volta a realizar-se a iniciativa “Natal é no comércio tradicional”, à semelhança do que se fez no ano anterior, mas foi também criada uma nova, que se chama “Natal à mesa”. Ainda inserido nesta quadra festiva, irá realizar-se um Mercado de Natal para produtores e artesãos locais, a decorrer nos dias 13 e 20 de dezembro.
“Quanto à iluminação natalícia, iremos manter o investimento do ano anterior, que é essencialmente a montagem, atendendo a que as estruturas são da autarquia, que tem vindo a fazer um investimento gradual na aquisição das iluminações”, referiu a Câmara. No último ano foram cerca de 25 mil euros para iluminação e animação. “Já quanto às outras iniciativas, está previsto um reforço das verbas, essencialmente no apoio social e na vertente económica”, explica a Câmara.

Arte nas lojas do Bombarral
No Bombarral foi criado o projeto ComerciART “que consiste em que os estabelecimentos do comércio local aderentes possam acolher nos seus espaços peças de arte de artistas convidados”. A ação tira partido da “excelência artística que existe no concelho” para criar um fator de novidade e diferenciação nas lojas do comércio local. Será feito um roteiro turístico com os estabelecimentos participantes, limitados a 15 nesta edição. Os artistas convidados para esta primeira edição são Natacha Faria, Thomas Schittek e João Barros.
A Chegada do Pai Natal também foi adaptada e, “em vez de serem as crianças a receber o Pai Natal, será o Pai Natal que as irá visitar, evitando assim que tenham de sair das suas casas”. O Pai Natal irá percorrer num meio de transporte “mistério” todas as freguesias do concelho.
A Câmara do Bombarral investe cerca de 13 mil euros na iluminação de Natal e, segundo o presidente, Ricardo Fernandes, “a verba que estava destinada à animação, será direcionada para a oferta de cabazes com a ceia de Natal às famílias com maiores carências económicas”.

Alcobaça reforça investimento
O município de Alcobaça, em parceria com a ACSIA – Associação Comercial, de Serviços e Industrial de Alcobaça e Região de Leiria, “decidiu reforçar o investimento em iluminação temática de Natal em peças escultóricas e instalações de luz, inspiradas no tema do Natal e do amor”, informou a autarquia, em resposta a questões colocadas pela Gazeta das Caldas. A Câmara irá investir 53 mil euros e o programa ainda não está fechado.
Já a Câmara da Nazaré irá, segundo o presidente, Walter Chicharro, “fazer a tradicional iluminação de Natal, nos moldes habituais, de anos anteriores, nas principais ruas, avenidas, praças ou largos do concelho, e, com isso, dar o seu contributo para um colorido e atratividade das ruas onde se localizam estabelecimentos comerciais ou motivos de interesse para visitar”. O autarca revelou ter “em preparação um projeto mais amplo, do Município, que tem em vista a dinamização durante todo o ano do comércio tradicional”.