Coragem e determinação foram palavras de ordem no 31º aniversário da ESE

0
559
A apresentação do estandarte nacional às forças em parada

Foi com apelos à coragem e à determinação para enfrentar os tempos difíceis que se vivem, que se comemorou no passado dia 31 de Maio o 31º aniversário da Escola de Sargentos do Exército (ESE). As cerimónias, às quais assistiu mais de uma centena de pessoas, foram presididas pelo Chefe de Estado-Maior do Exército, general Artur Pina Monteiro.
Na presença de representantes de diversas entidades locais e nacionais, bem como de antigos alunos e familiares, as comemorações contaram, como é já habitual, com uma homenagem aos mortos pela Pátria, à qual se seguiu a cerimónia militar.
Debaixo de um sol intenso, os alunos da escola ouviram pedir por parte de Pina Monteiro que sejam “elementos geradores de confiança e de coesão entre comandantes e comandados, verdadeiro alicerce da instituição militar”. O Chefe de Estado-Maior do Exército salientou ainda “o esforço que os militares também estão a fazer para que o país possa ultrapassar as dificuldades que, em conjunto e de forma solidária, iremos vencer”.
Quanto à escola caldense, o general destacou o “elevado prestígio” de uma unidade que é “projecto essencial para a formação e dignificação da classe de sargentos”. Um local onde deixou a mensagem de que “o caminho para o futuro só pode ser de confiança e de empenhamento permanente, perante a exigência que a Pátria obriga”. O comandante do Exército deixou ainda uma palavra aos que passaram pela escola nos últimos 31 anos “prestigiando-a e içando-a a um patamar de referência no seio do Estado”.Também o comandante da ESE, coronel Jorge Alves Oliveira, realçou a necessidade de enfrentar os desafios actuais com “coragem, competência e confiança”. Valores que, diz, são postos em prática todos os dias na herdeira das “página heroicas escritas pelo RI 5” que funcionou naquelas instalações. Prova disso é o “grande rigor na gestão das verbas disponibilizadas” à instituição.
Jorge Oliveira disse ainda que de todas as escolas do Exército a unidade que comanda é aquela que regista mais acessos. Só neste ano lectivo entraram 421 formandos.
As cerimónias de 31 de Maio contaram com a atribuição de condecorações, a actuação da Banda Militar do Exército e demonstrações de actividades militares.
Este dia pôs um ponto final nas comemorações do 31º aniversário, que, enquanto duraram, contaram com exposições, concertos e actuações pela cidade. Actividades que contribuem para aproximar a escola da comunidade, uma das metas traçadas pelo actual comando.

Joana Fialho
jfialho@gazetadascaldas.pt