Entidades escondem o jogo sobre número de testes realizados na região Oeste

0
731
No MercoAlcobaça foi instalado um centro que permite a realização de testes sem que os condutores saiam do veículo

Apesar de o governo ter informado, no início da semana, que já foram efectuados mais de 190 mil testes à covid-19 a nível nacional, as entidades de saúde não divulgam quantos já foram realizados na região do Oeste. Entretanto vão sendo criados diversos espaços onde é possível fazer os testes, mediante recomendação médica, mas também aqui há dúvidas entre a população.

Depois de o secretário de Estado da Saúde, António Sales, ter divulgado que, desde Março, já se realizaram mais de 190 mil testes à covid-19, não é possível saber os dados relativos à região, pois as entidades não fornecem qualquer tipo de informação.
Questionada sobre quem está a assegurar a realização dos testes e quantos já foram realizados, a ARS de Lisboa e Vale do Tejo apenas responde que na área geográfica do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) Oeste Norte existem cinco Áreas Dedicadas Covid-19 e dois centros de teste. As ADC situam-se em Alcobaça, Caldas da Rainha, Nazaré, Peniche e Bombarral.
Os testes de despiste podem ser efectuados no Laboratório Joaquim Chaves, sendo a colheita realizada no posto das Caldas da Rainha. A prescrição dos testes é efectuada pelo médico na Área Dedicada no Centro de Saúde das Caldas, recebendo depois o utente um SMS no seu telemóvel.
A Gazeta solicitou também informações ao Laboratório Joaquim Chaves sobre a quantidade de testes realizados na Caldas e, se além dos prescritos, pelos médicos, também têm tido procura por parte de particulares, mas não obteve resposta por parte da empresa até ao fecho desta edição.

DRIVE-THRU EM ALCOBAÇA

Desde o dia 8 de Abril que se encontra em funcionamento, junto ao MercoAlcobaça (à entrada da cidade), o “drive-thru” para rastreio da covid-19 dos concelhos da Nazaré e Alcobaça, mediante indicação da linha SNS24, Autoridade de Saúde Local e Unidades de Saúde.
As pessoas são testadas sem sair dos carros, reduzindo o risco de infecção em cada colheita, até para os profissionais envolvidos. Os resultados são depois enviados directamente ao suspeito e às autoridades de saúde pública.
Este centro de testes é coordenado pelo Grupo H Saúde (Benedita), que estimava testar nos primeiros dois dias até 10 pessoas por dia e, depois, duplicar esse número.
Aquando da apresentação do centro, a directora do ACES Oeste Norte elogiou “o esforço dos dois concelhos em trazer para aqui mais um polo de testagem em termos de Covid-19”, adiantando que era um espaço desejado. “Desde o início reportei à ARSLVT que o único pólo em Caldas da Rainha seria insuficiente dada a extensão do ACES Oeste Norte que abrange seis concelhos, razão pelo qual também somos a que abriu mais unidades de atendimento dedicadas a esta pandemia”, refere nota de imprensa da autarquia da Nazaré.

CETEMARES TERÁ CENTRO DE ANÁLISES

Para além destas estruturas, está prevista a entrada em funcionamento de um centro de análises à Covid-19 no centro de investigação CETEMARES, localizado junto ao porto de pesca de Peniche. O presidente do Instituto Politécnico de Leiria, Rui Pedrosa, disse ao nosso jornal que este projecto é um objectivo do IPL, e que está a tentar reunir as condições para que possa ser concretizável, em colaboração e seguindo as orientações das autoridades de Saúde. “O seu funcionamento dependerá, naturalmente, do acordo das entidades competentes, com quem estamos a desenvolver o projecto”, concretizou.
Estão a decorrer os últimos procedimentos para adaptar o centro de investigação a um centro de análises, num processo de adaptação do trabalho do CETEMARES, aquisição de equipamentos de proteção individual, a necessária formação profissional e capacitação do ponto de vista da utilização dos meios.
Inaugurado em 2015, este centro de investigação e desenvolvimento possui cerca de 2000 metros quadrados de laboratórios.

TESTES NO LAR DE SANTA CATARINA

Na sequência de uma vítima mortal por covid-19, que estava internada no hospital das Caldas, mas que era utente no Lar de Santa Catarina, os restantes utentes e funcionários daquela instituição fizeram o teste no início desta semana.
De acordo com o presidente da Câmara, Tinta Ferreira, foi “muito difícil” conseguir os 56 testes necessários, mas acabaram por ser bem sucedidos, num esforço que envolveu várias entidades, como a ARS de Lisboa e Vale do Tejo e o CHO. A recolha seguiu depois para o Hospital de Santa Maria onde seria analisada, estando os resultados previstos para o final desta semana.

QUEM DEVE FAZER O TESTE DA COVID-19?

As pessoas com suspeita de covid-19 devem fazer o teste laboratorial, após a avaliação clínica dos profissionais de saúde. São doentes possivelmente infectados com o novo coronavírus todas as pessoas que desenvolvam um quadro respiratório agudo de tosse persistente, febre (com temperatura maior ou igual a 38º) e dificuldade respiratória.
Para o diagnóstico da covid-19 está indicada a colheita de amostras do nariz e garganta, em que é recolhida uma amostra de produto nasal ou da parte posterior da garganta ou ambas, usando uma “espécie de cotonete”, que é a zaragatoa, explica a Direcção Geral de Saúde.