Daniel Eime cria mural dos afetos na cidade

0
413
O mural, que ficará situado na entrada sul da cidade, foi apresentado durante o encontro que decorreu no CCC

Obra de arte de grandes dimensões assinala uma década das Caldas como Cidade dos Afetos

Dentro de dias a parede agora branca, de um prédio localizado junto à entrada sul da cidade, ganhará cor com a intervenção em stencil do artista caldense Daniel Eime. O mural, com um adulto a abraçar uma criança, foi pedido pela autarquia caldense ao artista urbano, com o propósito de assinalar os 10 anos de pertença ao movimento Cidade dos Afetos.  “Nos próximos dias serão colocados os andaimes e retificada a parede onde, nas próximas semanas, Daniel Eime, fará o mural”, explicou o presidente da Câmara das Caldas, à margem do II Encontro do Movimento Cidade dos Afetos, que se realizou a 16 de fevereiro, no CCC.
No evento, que contou com a participação de cerca de 200 pessoas, foram apresentados diversos projetos dinamizados nas cidades dos afetos e dirigidos a todas as faixas etárias.
O Movimento Cidade dos Afetos surgiu em 2014, através do trabalho conjunto dos coordenadores das Unidades de Saúde Pública Zé Povinho e Arnaldo Sampaio, Jorge Nunes e Mário Durval, com os municípios das Caldas e do Barreiro, respetivamente. Ao longo desta década, têm sido desenvolvidas diversas atividades que envolvem a componente afetiva de modo a promover o bem-estar e os estilos de vida saudáveis, essenciais à felicidade de todos. Atualmente, a rede conta já com 20 cidades aderentes, que na região oeste inclui as Caldas, Peniche, Arruda dos Vinhos, Óbidos, Bombarral e Nazaré.
O primeiro encontro decorreu no Barreiro, em 2017, e agora as Caldas, também cidade fundadora, organizou o segundo. Na sessão de encerramento, a médica de saúde pública, Fernanda Santos, salientou que os currículos são muito tecnicistas e “talvez pouco virados para a promoção da saúde e dos afetos”. Lembrou que a saúde pública entrou na ordem do dia com a pandemia e que essa exposição deveria ser aproveitada para trabalhar essa temática com os médicos em internato.
Também presente no encontro, o presidente da Câmara das Caldas destacou a aposta que deve ser feita ao nível da prevenção e que estes momentos devem de ser potenciados, de modo a replicarem-se os afetos.
De acordo com a enfermeira Fátima Neves, está a ser planeada uma exposição com os trabalhos feitos no âmbito da temática “Os animais são amigos para a vida”, para maio, no centro comercial La Vie, também parceiro do movimento. ■