Designer cria mapa da cidade

0
759
Joana Sousa desenhou o mapa onde estão sinalizadas as atrações que não se podem perder do centro das Caldas

A marca Quinze criou um mapa onde estão indicados o património, lojas, restaurantes e cafés para quem visita o centro das Caldas

Joana Sousa, responsável pela marca Quinze que tem por base a história e património caldense, nota que, desde o verão passado, há turistas que se “perdem” nas proximidades do Largo João de Deus. E que entravam (e entram) pela sua loja para perguntar-lhe onde comer e o que visitar naquela zona da cidade. Decidiu, então, arregaçar as mangas e desenhar um novo mapa ilustrativo, apenas com o centro, reunindo o que considera que é a informação essencial para visitar as Caldas.
Para levar a ideia em frente, a designer resolveu indicar as principais atrações turísticas e transformar o mapa num veículo promocional de negócios locais. Estabeleceu parceiras que permitem dar a conhecer a Quinze nos espaços desses parceiros e, assim, em cafés, restaurantes e mercearias das Caldas vão surgir montras com os produtos desta marca, placas de mesa com a história nos restaurantes ou placas sinaléticas com a direção da própria loja.
Na Casa Antero serão feitos individuais com base nos mapas e em novembro, uma exposição da autora.
A jovem deu a conhecer a iniciativa a várias entidades e a União de Freguesias de Caldas – Nossa Senhora do Pópulo, Coto e S. Gregório adquiriu 200 mapas.
A viabilidade deste projeto de design do mapa (que custa 3,5 euros), está a ser garantida pela marca e Joana Sousa foge do modelo turístico convencional. Trata-se de uma “alternativa funcional que aposta no design e na linguagem simples”, explicou a autora, salientando também o tamanho de fácil utilização e a legibilidade.
O novo guia “acaba por ser um souvenir, uma extensão da própria viagem e há até muita gente que os colecione”, acrescentou a designer que tem dado a conhecer os seus produtos na Feira de Autor da MAGA e noutros eventos da região.

Aposta em novos produtos
O mapa está à venda em exclusivo na loja da marca, onde a criadora tem uma série de novos produtos: os cadernos da coleção “Rossio da Vila” e cujas capas se inspiram nos azulejos e nas fachadas da cidade. O guia possui um pouco da história da localidade em cinco línguas: Português, Inglês, Francês, Espanhol e Italiano.
O design é da caldense e a produção é totalmente artesanal. Joana Sousa criou também a bandolete Leonor, uma peça única bordada à mão em três tons de dourado e que tem dois modelos. “O bordado é sempre único”, contou a designer, explicando que a bandolete é feita em Portugal em algodão orgânico. Criou ainda um colete bordado à mão e de tamanho único, pois é ajustável. Há ainda uma linha de peças de cerâmica exclusivas.
“Qualquer cidade tem história, mas nem todas têm uma data exata de criação. Caldas tem e a data é 1485”, salientou Joana Sousa. Esta autora diz que, através do design, vai continuar a criar produtos que destacam a identidade única desta cidade”. Joana Sousa formou-se em Design de Produto – Cerâmica e Vidro, na ESAD, fez Erasmus em Milão e tirou o mestrado em Design na Universidade de Aveiro.
A Quinze propõe, ainda, produtos como t-shirts, ilustrações, peluches, sabonetes e sacos de pano, todos decorados com elementos históricos da cidade. ■