ESAD mantém as mesmas vagas no acesso ao ensino superior

0
1469
Noticias das Caldas
| D.R.

A Escola Superior de Arte e Design das Caldas da Rainha tem apenas menos duas vagas para o ano lectivo 2017/18, ambas subtraídas ao curso de Programação e Produção Cultural. No total, a escola de artes caldense tem 348 vagas para o próximo ano lectivo. Em Peniche, há um novo curso, de Engenharia Alimentar.

Há poucas diferenças em relação ao ano lectivo passado na ESAD. A escola mantém os mesmos oito cursos disponíveis e apenas no de Programação e Produção Cultural houve reajuste do número de vagas. O curso de Design Gráfico e Multimédia mantém-se como o que disponibiliza mais vagas (105 contando com as 25 e regime pós-laboral), seguindo-se Som e Imagem (65), Artes Plásticas (50), Design Industrial (35), Design de Ambientes (30), Teatro (22) Programação e Produção Cultural (21) e Design de Produto – Cerâmica e Vidro (20).
No total, o Instituto Politécnico de Leiria mantém os 1900 lugares disponíveis para os alunos de primeiro ano do ensino superior, divididos pelas cinco escolas.
Em Peniche, a Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar oferece 286 vagas, mais 11 que no ano passado. A escola sedeada em Peniche conta este ano com um novo curso, de Engenharia Alimentar, que é resultado de uma parceria com a Escola Superior Agrária de Bragança e a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viana de Castelo. Este curso abre com 20 vagas e nele os alunos adquirem competências para o desenvolvimento, implementação, melhoria e gestão de processos de transformação, conservação, controlo de qualidade e distribuição de produtos alimentares, e também na implementação de sistemas de gestão da segurança alimentar.
Também o curso de Turismo da ESTM conta com mais quatro vagas que no ano passado, para um total de 50, passando a ser um dos cursos com mais vagas na ESTM, a par de Gestão Turística e Hoteleira (50). Já os cursos de Biologia Marinha e Biotecnologia (45) e Biotecnologia (30) foram reajustados no sentido contrário, têm menos 5 e 10 vagas, respectivamente. Na ESTM estão ainda disponíveis os cursos de Marketing Turístico (30), Gestão da Restauração e Catering (25), Animação Turística (23) e Gestão de Eventos (23).
Em Rio Maior, a Escola Superior de Desporto, do Instituto Politécnico de Santarém, mantém as 275 vagas do ano passado nos cursos de Treino Desportivo (85), Actividade Física e Estilos de Vida Saudável (27+22 em língua inglesa), Desporto Condição Física e Saúde (75), Desportos de Natureza e Turismo Activo (27) e Gestão de Organizações Desportivas (27).
De resto, o Politécnico de Santarém mantém as mesmas 973 vagas do ano passado. Aos cursos da escola de desporto, juntam-se os de Agronomia (50+33 em pós-laboral), Produção Animal (42), Qualidade Alimentar e Nutrição Humana (41), Tecnologia Alimentar (25+20 em pós-laboral), Educação Ambiental e Turismo de Natureza (30), Educação Básica (38), Educação Social (39+20 em pós-laboral), Contabilidade e Gestão (45), Gestão de Empresas (76+36 em pós-laboral), Informática (50), Marketing e Publicidade (45), Negócios Internacionais (40) e Enfermagem (80).
A primeira fase de candidaturas para o ensino superior está a decorrer até ao próximo dia 8 de Agosto.

NÚCLEO DE FORMAÇÃO EM TORRES VEDRAS

O Instituto Politécnico de Leiria alargou a oferta de ensino superior em Torres Vedras com a criação de um Bairro Académico em parceria com a Câmara local. Já em Setembro terão início cinco cursos Técnicos Superiores Profissionais (Apoio à Gestão, Inovação e Tecnologia Alimentar, Intervenção Social e Comunitária, Práticas Administrativas e Comunicação Empresarial, e Programas de Sistemas de Informação), cujas inscrições estão abertas até 11 de Agosto.
Estes cursos foram selecionados para responder às necessidades de emprego e qualificação do tecido empresarial local e regional.
O Bairro Académico fica no centro histórico de Torres Vedras, onde os estudantes vão estudar e residir, ocupando habitações e outros espaços da zona nobre da cidade.