ESAD preencheu 97% das vagas da primeira fase

1
455

esad2A ESAD voltou a preencher a quase totalidade das vagas disponíveis (97%) na primeira fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior, nos cursos de Artes Plásticas, Design de Ambientes, Design Gráfico e Multimédia, Design Industrial, Som e Imagem e Teatro.
Só no curso de Design e Produto – Cerâmica e Vidro  é que ficaram por preencher seis vagas e Design Gráfico e Multimédia (pós-laboral) cinco vagas.
A escola caldense volta a ser a que melhores resultados teve ao nível do Instituto Politécnico de Leiria, mesmo a nível nacional entre os politécnicos e universidades, sendo que o curso de Design Gráfico e Multimédia foi um dos cursos com a média mínima mais alta de entrada (144,4).
Na Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar, em Peniche, só curso de Marketing Turístico e Turismo é que preencheu a totalidade das vagas, restando ainda 88 lugares para os cursos de Animação Turística, Biologia Marinha e Biotecnologia, Gestão de Eventos, Gestão Turística e Hoteleira, Restauração e Catering, e Tecnologia e Segurança Alimentar.
No total foram colocados no IPL 1.265 novos estudantes nas suas licenciaturas, mais 115 que no ano anterior. Houve um incremento da taxa de preenchimento de vagas de 13%, passando de 54% para 67%. Um valor que sobe para 75% no que respeita às vagas em regime diurno.
De todas as licenciaturas disponíveis no IPL, apenas 19 cursos preencheram já a totalidade das vagas disponíveis.
Nuno Mangas, presidente do IPL, salienta que “em termos nacionais, foi uma das instituições que registou o maior incremento do número de estudantes colocados”.
O responsável destacou ainda que o IPL é a nona instituição, das 33 universidades e politécnicos, com mais alunos colocados, e o terceiro politécnico, a seguir ao do Porto e ao de Lisboa.
“Estes são resultados globalmente positivos nesta primeira fase, e esperamos preencher a quase totalidade das vagas disponíveis nas restantes duas fases, nos concursos e regimes especiais, como tem sido habitual”, concluiu.
No distrito de Santarém as duas escolas superiores existentes (com escolas na capital do distrito, Rio Maior e Tomar) ficaram com vagas por preencher em quase todos os cursos.

Pedro Antunes
pantunes@gazetadascaldas.pt

1 COMENTÁRIO

  1. Lol a cantina é a maior vergonha que ja vi. Dao me um prato de ervilhas e cenoura como ‘prato vegetariano’ o ensino é uma vergonha ainda maior. Falo de artes plasticas onde nao te ensinam absolutamente nada. É um atelier publico com consulta se tiveres sorte. Puta que pariu. O dinheiro vai pra onde?