Governador do distrito rotário visitou Caldas

0
372
Elementos reconhecidos por duas ou mais décadas de serviço com o governador

Paulo Martins alertou para a situação atual com os impatos da pandemia e deixou um desafio: que se crie um Interact para os jovens nas Caldas

O governador do distrito Rotário 1960 visitou as Caldas, na passada segunda-feira, 8 de novembro. A visita passou pelo Hospital Termal, antes de a comitiva ser recebida na Câmara Municipal. Seguiu-se a reunião de trabalho, antes do jantar no restaurante “A Lareira”, num repasto que contou também com a presença de representantes do clube padrinho (Lisboa) e dos três afilhados (Alcobaça, Torres Vedras e Santarém).
A visita do governador do distrito é um evento anual e que costuma coincidir com a entrada de novos elementos no clube. Desta feita entrou Brigitte Mermet, uma cidadã francesa que escolheu esta região para viver.
O clube, que está a caminho das sete décadas, tem atualmente 22 elementos, mantendo os mesmos que tinha antes do falecimento de Jean Pierre Hougas, em honra de quem se fez um minuto de silêncio.
O governador do distrito, Paulo Martins, referiu no seu discurso que nesta fase o planeamento não passa a ser desnecessário porque a pandemia pode alterar tudo. “É preciso planear mais, ter um plano A e um plano B”, explicou, notando também a importância do trabalho em rede. O mesmo responsável alertou ainda para a existência de dois milhões de portugueses viverem abaixo da pobreza antes da pandemia. “Atualmente deverá ser um em cada quatro”, referiu, acrescentando que o fim das moratórias também terá um grande impacto socio-económico.
Em linha com o pensamento de aumentar o número de rotários pelo mundo, Paulo Martins traçou uma meta para o distrito 1960: crescer 5%, dos 1385 para os 1450 membros, mantendo obviamente os critérios. O objetivo é que seja possível continuar a prestar o serviço solidário No último o ano o crescimento foi de 1,5%. Agora vivem-se tempos complicados com alguns clubes praticamente paralisados no pós-confinamento e com diferentes formas e graus de adaptação ao digital.
Aproveitando a vinda à cidade termal, o governador do distrito deixou um desafio, que seja criado também aqui um Interact, um grupo de jovens entre os 12 e os 18 anos, que trabalhará no terreno sob o patrocínio do clube rotário, ganhando experiência e responsabilidade social.
Neste jantar, os elementos Francisco Barata, Alexandre Francisco, João Girão, Carlos Lopes e Jaime Neves foram reconhecidos pelos seus 20 ou mais anos de rotários.
O presidente da Câmara, Vítor Marques, presente na cerimónia, enalteceu o papel do clube na sociedade caldense. ■