“Há fruta no Parque” recebe 750 visitantes em simultâneo

0
989

A partir desta quinta-feira, e até domingo, “Há Fruta no Parque”. Na zona do Parque de Merendas será recriada uma Praça da Fruta, com 25 casinhas de madeira para o comércio de frutas e legumes e mais 30 bancas de artesanato. A entrada nesta zona é gratuita e feita nos moldes da Praça da Fruta, permitindo a permanência, em simultâneo, de 750 pessoas no recinto.

O evento é totalmente  gratuito e aposta numa programação orientada para apoiar a retoma da economia local, divulgando e promovendo a compra de produtos aos produtores da região, funcionando entre quinta-feira e sábado entre as 17h00 e as 23h00 e no domingo, entre as 10 e as 20h00. O programa integra também showcooking, jogos e atividades infantis de sensibilização sobre alimentação saudável, reciclagem e consumo sustentável.

Para além de programação itinerante e outras atividades, a programação do Há Fruta no Parque inclui os projetos “À mesa também se canta” e “Portugal Acústico”, que resultam de uma candidatura ao Programa Operacional Regional do Centro – Programação Cultural em Rede.  No primeiro caso é conjugado o património cultural com gastronomia, juntando a música aos pratos típicos da região. Entre os espetáculos que o compõem estão o “Mais ouvidos que barriga”, com a atuação das fadistas Idília Pedrosa e Silvina Pereira e “Cantar à mesa dos Chefs”, que juntará Rita Guerra e o Chef Chakal, e João Só e o Chef Rui Paula.

Já o projeto “Portugal Acústico” integra os espetáculos “Acústicos Improváveis”, em que Rui Lucas convida a banda Black Tinto e os Acordes no Páteo, Carolina Deslandes e Nuno Esperto, interpretam o “Fusão Acústico”, e Cláudia Pascoal e Fernanda Paulo dinamizam o espetáculo “Só Acústico”.

O evento conta também com  a atuação da Big Band da Nazaré e FF, com um repertório baseado nas grandes canções de Frank Sinatra, Michael Bublé e Tony Bennett. O concerto contará também com a participação da cantora caldense Júlia Valentim. Os espetáculos são gratuitos, mas os bilhetes esgotaram poucos dias logo após o início das reservas. ■