Homem detido por agressões nas Caldas

0
234
Gazeta das Caldas

Ontem, dia 10 de abril, foi detido “em flagrante um homem, com 46 anos de idade, por ofensas à integridade física, com recurso a tesoura, e resistência e coação sob funcionário, no centro da cidade das Caldas da Rainha”, informou a Polícia de Segurança Pública.

“Pelas 11h45 de ontem, a PSP foi alertada para a presença de um individuo que circulava por diversas artérias do centro pedonal da cidade, com um comportamento extremamente agitado e agressivo, depois de sair de um estabelecimento comercial. Nesse momento, outra comunicação telefónica dava nota de agressões no interior do referido estabelecimento, sem motivo aparente para o sucedido”, esclareceu a força policial, notando que “este comportamento absolutamente anormal causou um enorme alarme social e receio às pessoas que circulavam naquela zona da cidade, que também temeram pela sua integridade física”.

A PSP explicou que “rapidamente foi montado um dispositivo policial no terreno, que permitiu, volvidos cerca de dois minutos, realizar a interceção do autor dos factos relatados, impedindo a sua continuidade. O suspeito, de forte envergadura física e ainda na posse de uma tesoura, resistiu à abordagem policial, tendo ferido um dos vários polícias presentes na ocorrência”.

No local “foi ainda realizada uma revista ao suspeito para posterior condução à esquadra, onde foi apreendida uma faca e a aludida tesoura utilizada nas agressões relatadas”, informou a PSP, acrescentando que “foram de imediato realizadas diversas diligências com vista à obtenção de prova pertinente para cabal esclarecimento, e imputação ao visado, da factualidade descrita”.
O detido foi presente ao Tribunal das Caldas da Rainha, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de Termo de Identidade e Residência. “Com a louvável articulação da sociedade civil, a qual aqui destacamos de forma muito positiva, e com a nossa rápida intervenção o Comando Distrital de Leiria demonstra dificultar a atividade criminosa de quem se dedica às mais diversas tipologias criminais, reforçando a tranquilidade pública da comunidade residente e dos comerciantes da região”, concluiu a PSP.