Idosos “descobrem” a Escola de Sargentos do Exército

0
569

 

Cerca de 450 idosos dos concelhos das Caldas, Óbidos, Bombarral e Alcobaça viveram no dia 20 de Maio uma experiência diferente, que para muitos foi uma novidade e para outros foi um regresso ao passado. Foram “à descoberta do quartel”, uma iniciativa organizada pelas instituições de solidariedade social das Caldas e que compreendeu um dia na Escola de Sargentos do Exército, com a possibilidade de participarem em algumas das actividades.
De acordo com Susana Costa, directora técnica da Associação de Desenvolvimento Social de Alvorninha, a organização do encontro tentou “fugir à ideia” dos jogos tradicionais e optou por levar os utentes das 29 instituições participantes a ver e participar em actividades dinamizadas no quartel.
A recepção foi às 9h30 com o grupo de bombos da ETEO e as actividades começaram uma hora depois. Os idosos tiveram oportunidade de ver, e também participar, numa aula de esgrima, de ginástica, de luta corpo a corpo e também de slide.
Foi ainda incluída uma área de saúde, em que enfermeiros do Centro de Saúde das Caldas estiveram no quartel, a medir a tensão arterial e o colesterol. Uma empresa caldense de fisioterapia fez massagens de recuperação. Todos os que não quiseram participar neste tipo de actividades tiveram oportunidade de se divertir nos jogos tradicionais, como o chinquilho, as latas e as cartas.
“As pessoas estão a aderir muito bem à iniciativa, estão a gostar muito, sobretudo de ver as aulas e de medir a tensão arterial e o colesterol e fazer as massagens”, resumiu Susana Costa.
Também para a ESE foi um desafio participar neste encontro. “É uma forma de nos abrirmos à comunidade”, salientou, Fernando Cruz, segundo comandante daquela instituição.
De acordo com este responsável, o evento é também uma forma de mostrar a actividade lectiva dos alunos, nomeadamente na dimensão da educação física e do lazer. “Para os nossos alunos é muito importante a equitação, a esgrima ou a luta corpo a corpo, actividades que os idosos têm oportunidade de acompanhar ou apenas respirar o nosso ar e passear pelo quartel”, referiu.
O segundo comandante destacou ainda que esta é uma experiência enriquecedora para os alunos, dando-lhes a possibilidade de contactar com os idosos. “Há um conjunto de sinergias que penso que foram muito bem conseguidas”, disse.
Participaram directamente na iniciativa 30 jovens do Curso de Sargentos que envolve 141 alunos.
Este encontro de idosos realiza-se anualmente e vai percorrendo os concelhos que o compõem. Caldas da Rainha já tinha sido a anfitriã há três anos com um peddy-paper no Parque D. Carlos I. O ano passado o encontro decorreu em Alcobaça e no próximo ano será em Óbidos.

 

Testemunhos dos participantes

“Estou a gostar muito desta paisagem e também da luta dos nossos soldados, que estão a fazer uma demonstração.
Estou muito entusiasmada com tudo isto. Foi a primeira vez que vim ao quartel, até porque estar no Lar de Idosos do Montepio  e não sou das Caldas. Tenho casa na freguesia de Salir de Matos, mas eu sempre vivi em Lisboa, onde vendia no mercado da Ribeira.
Agora tenho casa em Lisboa, que fechei e vim para o lar para as Caldas. Adoro cá estar e todos os dias de manhã, depois de dar uma vista de olhos aos jornais, tenho que ir visitar o mercado da fruta e o do peixe”.

Aldina Lopes, 75 anos, Caldas da Rainha

“É a primeira vez que visito o quartel e está a superar as minhas expectativas. Gostei particularmente da parte da esgrima e de ouvir os tambores.
Agora veio uma amiga chamar-me e vou medir a tensão arterial. Está a ser uma tarde muito agradável”.

Maria do Laço Matos, 78 anos, Aljubarrota

“É a primeira vez que venho a este quartel e estou a gostar bastante de cá estar. Gostei de tudo o que vi, mas não participei em nada. A minha colega do Lar (do Montepio) participou na esgrima”.

Filipe Rodrigues, 82 anos, Caldas da Rainha