Lançado concurso para construção da sede do Teatro da Rainha

0
1154
Noticias das Caldas
O projecto da sede da companhia caldense | D.R.

A Câmara das Caldas aprovou o lançamento de um concurso para a construção da sede do Teatro da Rainha. O novo espaço, que conta com projecto de arquitectura de Nuno Ribeiro Lopes, será único em Portugal devido à versatilidade que vai oferecer no que diz respeito à relação espectáculo-público.

José Carlos Faria, actor, encenador e cenógrafo do Teatro da Rainha, disse à Gazeta das Caldas que ao fim de 14 anos esta é “uma boa notícia, essencial para assegurar o futuro do grupo”.
Trata-se de uma sala pensada “para uma companhia de criação de espectáculos e que tem uma forte componente de formação”, disse o actor, acrescentando que, ao invés, o CCC “foi construído para acolhimento e fruição de espectáculos”.
O presidente da Câmara, Tinta Ferreira, afirmou que o projecto custará à volta de 1,75 milhões de euros e tem o arranque das obras previsto para o início de 2018. A conclusão está prevista para meados de 2019. “É um desejo e uma ambição desta companhia e da cidade de há muito tempo”, afirmou o edil caldense, recordando que o Teatro da Rainha é a única companhia profissional no activo entre Lisboa e Coimbra.
O pagamento da construção do edifício será feito “em mais do que um ano económico e contará também com 500 mil euros, do empréstimo que contraímos no início do ano”, disse Tinta Ferreira. O presidente afirmou ainda que não desistiu de obter financiamento comunitário dado que hoje em dia “parte dos fundos são obtidos depois de começadas as obras”