Manifestação contra a troika também nas Caldas

3
541
Notícia das Caldas
D.R.

Caldas da Rainha vai participar no protesto que irá decorrer no próximo dia 2 de Março, intitulado “Que se lixe a Troika”, com uma concentração prevista para as 14h30 na Praça 25 de Abril.
Esta manifestação foi convocada pelo movimento com o mesmo nome e, à semelhança da de 15 de Setembro do ano passado, deverá decorrer em várias cidades e no estrangeiro para contestar as medidas de austeridade do governo.
De recordar que o protesto de Setembro juntou, de acordo com a organização, mais de um milhar de pessoas nas ruas das Caldas, naquela que terá sido uma das maiores manifestações ocorridos na cidade desde 1974
De acordo com os promotores do movimento, a manifestação tem como objectivo exigir uma mudança no país e protestar contra as medidas de austeridade do governo e da troika. “Exigimos a demissão do governo e que o povo seja chamado a decidir a sua vida”, defendem na sua página na rede social facebook.

No seu manifesto, os promotores indignam-se com o “desfalque nas reformas, com a ameaça de despedimento, com cada posto de trabalho destruído”, assim como com o aumento do número de encerramento dos estabelecimentos comerciais e de instituições públicas, a par com o aparecimento de novos impostos.
Apelam à união das pessoas para não colaborarem com a troika, FMI e governo e resistirem, defendendo que há alternativas. “Sabemos que aquilo que nos apresentam como inevitável é na verdade inviável e por isso inaceitável”, dizem, acreditando na construção de uma sociedade mais justa.

3 COMENTÁRIOS

  1. Talvez pudessem meter na “manif” um protesto contra o elevadíssimo preço da água (e do custo brutal dos “tra.esgotos” e das outras coisas que não se percebe para que servem) que, por iniciativa do PSD e com a complacência do PS, do PCP, do BE e do CDS, nos “lixa” mensalmente…

  2. O que é preciso agora é correr com as “Leirias” do nosso país. e alterar o sistema eleitoral para círculos uninominais.