Mário Reis abre nova colecção com a peça Imersão de Letras

0
1192
Gazeta das Caldas
Mário Reis trabalhando no projecto da colecção da Gazeta das Caldas que tem por tema as termas locais | N.N.

Fazer uma obra sobre as termas das Caldas da Rainha é o mais recente desafio lançado pela Gazeta das Caldas aos ceramistas locais. Mário Reis é o autor que dá início à colecção, que arranca já no mês de Março. O artista, nascido em 1971 e descendente de uma família de cinco gerações de ceramistas, criou a obra Imersão de Letras, recriando em barro as tradicionais banheiras do Hospital Termal. 

As termas das Caldas são o mote para a nova colecção de cerâmica da Gazeta das Caldas. O nosso jornal convidou vários ceramistas que, mensalmente, assegurarão uma nova proposta relacionada com as águas termais. Mário Reis, descendente de uma família que já vai na quinta geração de autores ligados à cerâmica, irá dar início ao projecto.
Para o artista, o desafio lançado pela Gazeta “é muito interessante pois une o barro às águas, os dois temas que estão nas origens da própria localidade”. Escolheu reproduzir em cerâmica as banheiras tradicionais do Hospital Termal e nelas vão surgir pequenas frases ou quadras relacionadas com as águas das Caldas.
A ideia fez com que o autor intitulasse o seu trabalho de “Imersão de Letras”. E se na forma as banheiras vão ser iguais, já as frases e quadras de algumas personalidades locais irão diferenciá-las. Mário Reis convidou para colaborar na sua obra Carlos Querido, Isabel Castanheira, João Paulo Cotrim, Jorge Mangorrinha e Jacinto Gameiro, que já aceitaram o compromisso de se aliarem a esta ideia, sendo os responsáveis pela escrita nas banheiras. Estas serão feitas em grés, tendo o autor referido que ainda vai experimentar nalgumas peças uma pasta refractária e um banho de porcelana. Após uma primeira cozedura, a banheira vai regressar ao forno para impermeabilizar a escrita.
A intenção da peça é que esta seja um objecto decorativo referente às termas das Caldas. A banheira mede 20 centímetros de comprimento por oito de altura.
Mário Reis é um dos ceramistas caldenses com a carreira mais consolidada. As suas peças, de cariz contemporâneo, são vendidas para todo o mundo. Actualmente este artista tem uma forte relação com o município da Nazaré, onde possui diversos trabalhos, alguns de grande dimensão.
Imersão de Letras, a primeira peça da segunda colecção de cerâmica, lançada pela Gazeta das Caldas, sob a temática das Termas das Caldas. Vai custar 30 euros para os assinantes do jornal e 35 euros para o público em geral.
A primeira colecção de cerâmica da Gazeta das Caldas não tinha tema comum e contou com dezenas de autores que criaram obras originais que foram apresentadas mensalmente aos leitores deste semanário entre 2013 e 2015.