Municípios homenageiam presos políticos

0
251
O preso político Adelino Marques Ferreira participou nas comemorações

Bombarral e Cadaval perpetuaram memória dos resistentes ao regime com monumentos

 

O município do Bombarral prestou homenagem aos presos políticos do concelho com a inauguração de um memorial, instalado no Largo 25 de abril, no centro da vila. Adelino Marques Ferreira, que esteve preso durante 540 dias, por oposição ao regime, tendo cumprido pena de prisão no Estabelecimento Prisional de Caxias, marcou presença no ato inaugural do monumento que integra o nome dos 28 bombarralenses que, durante a ditadura, foram privados da Liberdade.
O 25 de Abril foi também assinalado com uma sessão solene da Assembleia Municipal, com intervenção dos partidos nela representados, a atuação do Coro Vox Feminis e um momento de poesia protagonizado pelos alunos do Agrupamento de Escolas Fernão do Pó. A presidente da Associação de Estudantes, Matilde Nunes, foi desafiada a partilhar o que representa o 25 de abril e qual o simbolismo que a data tem para os jovens nos dias de hoje.
No âmbito das comemorações decorreram ainda, no Bombarral, duas tertúlias. A primeira, subordinada à temática “Mulheres e o 25 de abril”, juntou Isabel do Carmo e Carolina Perdigão, que abordaram os direitos das mulheres, os condicionalismos à sua liberdade e as principais mudanças após a revolução. O movimento estudantil no período do 25 de abril foi o mote da segunda tertúlia, que decorreu no Agrupamento de Escolas Fernão do Pó e que pretendeu mostrar aos jovens a importância dos estudantes na resistência ao Estado Novo.
Também o Cadaval homenageou os presos políticos, com a inauguração de um monumento. Na mesma altura foi inaugurada a Rua Júlio de Melo Fogaça, situada junto ao Centro de Saúde e Central de Camionagem do Cadaval, que procura eternizar o nome Júlio de Melo Fogaça, primeiro presidente da Câmara do Cadaval no pós-25 de Abril, militante do Partido Comunista Português desde os tempos da clandestinidade, ex-preso político e figura maior do panorama político cadavalense.
Ainda no dia 25 de abril teve lugar o “Almoço da Liberdade”, no Parque de Lazer da Vila, e o lançamento do Livro “50 anos do Poder Local Democrático”. ■