Gazeta das Caldas - Brexit
José Filipe, técnico de informática (Óbidos)

Acho que foi um erro, uma precipitação muito grande dos ingleses, e possivelmente vão voltar atrás. Esse seria o melhor caminho, até para os portugueses que lá estão. Há muito em jogo para os cidadãos e empresas. Acho que, com o que se tem passado no Reino Unido, outros países que poderiam querer sair, se fizessem um referendo agora, a decisão seria ficar.

 

Gazeta das Caldas - Brexit
Amélia Jacó, reformada (S. Martinho do Porto)

Acho que efectivamente é mau para eles e mau para toda a Europa. Ao fim ao cabo, eles nunca estiveram completamente integrados, estiveram sempre com um pé fora e um pé dentro, nunca aderiram à moeda única, nunca foram 100%, mas acho que é realmente muito prejudicial e que eles vão sofrer muito. Nós, na Europa, podemos sofrer, mas acho que eles vão sofrer muito mais. Não sei se poderá haver um novo referendo… hoje vi nas notícias que os trabalhistas querem um novo referendo, mas não sei qual será a solução. Está muito complicado.

 

Gazeta das Caldas - Brexit
Fábio Cruz, químico (Caldas da Rainha)

Na minha opinião a melhor forma seria um novo referendo. Uma boa parte da população britânica não sabe bem o que quer e isso vai mexer com toda a União Europeia pois está muita coisa envolvida. Acho que só agora é que estão a ver o tamanho do problema que isto vai causar. Por isso, acho que a melhor saída neste momento seria uma nova consulta aos ingleses. Se perguntar ao resto da Europa, toda a gente vai votar contra.