Pedro Nuno Santos venceu diretas também nas Caldas

0
313

Pedro Seixas e Isabel Alves Pinto foram eleitos delegados, pelas Caldas, ao congresso do PS

Pedro Nuno Santos venceu, também nas Caldas, as eleições diretas internas para o cargo de secretário-geral do PS. Na votação, que ocorreu a 15 de dezembro e na qual participaram 88 militantes (incluindo 3 da JS com inerência na Comissão Política Concelhia do PS/Caldas), o antigo ministro das Infraestruturas obteve 57 votos, enquanto que José Luís Carneiro conseguiu 29 votos. Na mesma altura foram eleitos os delegados ao congresso nacional, onde a lista A, encabeçada por Pedro Seixas, obteve 55 votos, e a lista B, encabeçada por Isabel Alves Pinto, obteve 28 votos. Ambos irão representar o PS/Caldas no 24º Congresso Nacional do partido, que irá realizar-se nos dias 5, 6 e 7 de janeiro.
O presidente da concelhia caldense, Pedro Seixas, considera que o novo secretário geral do PS eleito, Pedro Nuno Santos, tem um “enorme desafio pela frente de preparar uma candidatura ganhadora para as próximas eleições legislativas”. Caracteriza-o como um “líder com capacidade intelectual e cívica que Portugal precisa para os próximos anos” e acredita que a sua “autonomia de pensamento, a sua capacidade de liderança e, sobretudo, a sua visão estratégica e reformista para o país, são fatores essenciais para servir Portugal Inteiro”.
Para o dirigente socialista, Pedro Nuno Santos e o PS representam, neste momento, o “socialismo democrático e a social democracia, valores preponderantes para continuarmos a desenvolver o país”, disse à Gazeta das Caldas.
Nesta data decorreu ainda a votação para as Mulheres Socialistas, tendo sido eleita Teresa Fragoso (lista B), que foi presidente da Comissão para Cidadania e Igualdade de Género (CIG), entre 2011-2012 e 2016-2020.